Quando:
01/11/2016@20:00_23:00
2016-11-01T20:00:00+00:00
2016-11-01T23:00:00+00:00
Onde:
Casa do Alentejo
R. Portas de Santo Antão 58
1150-199 Lisboa
Portugal
Nelson Dona e Miguel Peres na Tertúlia BD @ Casa do Alentejo | Lisboa | Lisboa | Portugal

A Tertúlia BD de Lisboa que tem lugar no dia 1 de novembro, a primeira terça-feira do mês, conta desta vez com Nelson Dona como homenageado e Miguel Peres como Convidado Especial.

Eis a divulgação da organização:

Nelson Dona was born in Luanda in 1970. He has studied in the School of Arts António Arroio and in the Faculdade de Arquitectura, both in Lisbon.
He has a Pos-Degree in Cultural Management and he’s member of the Cultural Management Portuguese Association.

Nelson Dona is the Director of the “AmadoraBD – Festival Internacional de Banda Desenhada”, since 1999, and collaborates with this event since its beginning in 1990. He works in the Câmara Municipal da Amadora (Lisbon’s region) since 1987.

The AmadoraBD – Festival Internacional de Banda Desenhada is the major project dedicated to comics in Portugal that points the country calendar every year and is one the biggest events in Europe dedicated to the ninth art.

In Portugal he also worked in the production and organization of visual arts and photography exhibitions, in the Visual Poetry Festival, the Performance Meetings, the Bienal of Open Air Sculpture and in the Bienal of Encraving. He was a consultant in Expo 98 – Universal Exhibition in Lisbon for the theatrical musical “O Rapaz de Papel” during the “Festival dos 100 Dias”.

He has organized or curate foi several exhibitions and participations of Portuguese artists in comics events all over the world, as Angoulême, Audincourt and Paris (France), Brussels (Belgium), Lodz (Poland), Naples (Italy), Piracicaba and Recife (Brazil) and Hong Kong, Macau and Shanghai (China).

As an artist he participated in the Art Meetings of Cordova (Spain) and Lagos (Portugal).

Nelson Dona was an international Jury in Bologna (Italy), Espinho (Portugal), Lausanne (Switzerland) and Piracicaba / São Paulo (Brazil).


Miguel Peres, setubalense genuíno desde 1987 e alfacinha falsificado desde 2011.

Em petiz lia “banha desenhada”, hoje tenta escrevê-la sem erros e muita imaginação. Nas estantes de casa, heróis como Astérix, Lucky Luke ou Tintin iam inspirando e criando o gosto pela banda desenhada. Hoje, nomes como Jeff Lemire, Grant Morrison ou Simon Spurrier são enormes influências no seu trabalho.

Em 2010, decidiu deixar-se levar pela paixão de escrever e inscreveu-se no workshop “Argumento para BD” de André Oliveira, argumentista que considera seu mentor e que o ensinou praticamente tudo o que sabe sobre esta arte.

Em 2011, juntou-se a André Oliveira e Fil como co-editor da antologia “Zona BD”, um projeto que aposta em jovens artistas portugueses e brasileiros. A partir daí teve várias colaborações artísticas com desenhistas como Luís Figueiredo (Shutter na Zona Gráfica 3 e Desenhar Direito por Linhas Tortas na Zona Desenha), Miguel Mendonça (O que nos divide), Filipe Coelho (O Desejado vs. Cavalum, 2º Lugar no Portusaki).

Em 2012, lançou o seu primeiro álbum de BD Cinzas da Revolta, das Edições ASA, com desenhos de João Amaral. O livro levou-o a ser um dos nomeados para Melhor Argumentista do Ano na 1ª Edição dos Prémios Profissionais de BD em 2013 e a obra vai ser alvo de análise para o projeto europeu MEMOIRS – Children of Empires and European Postmemories em 2017.

Em 2016 criou o selo editorial Bicho Carpinteiro com o argumentista português e amigo de longa data André Morgado e lançou o seu segundo álbum de BD Cemitério dos Sonhos com desenhos dos brasileiros Rodrigo Martins dos Santos, Marília Feldhues, Rômulo de Oliveira e Cinthia Fujii. Todo este tempo é dividido com o seu trabalho como criador de conteúdos e locutor da edpON Rádio, rádio corporativa da EDP, mas está sempre irrequieto a escrever novos projetos.