No dia 4 de fevereiro, e integrando-se na exposição Estúpidos, Maldosos e Semanais. Uma constelação em torno do Charlie Hebdo com a curadoria de Pedro Moura, é lançado na Bedeteca da Amadora o livro Pequeno Tratado da Intolerância de Charb, editado pela Bertrand.

A apresentação está a cargo de Nuno Ramos de Almeida, editor-executivo do jornal i.

Eis a sinopse da editora relativa ao volume:
Se detesta bilhetes microscópicos de teatro, bolsas de marca caras e feias, etiquetas que dizem «bebé a bordo», empregados de café relutantes em servir um copo de água, as pessoas que usam a expressão «a partir de hoje», surfistas, provérbios ou árbitros de futebol, as novas fatwas de Charb vão oferecer-lhe uma vingança deliciosa. Uma ode hilariante à intolerância das pessoas e da sociedade.
Esta edição junta os dois volumes (o primeiro deles com ilustrações) das Fatwas de Charb publicados em França em 2010 e 2014, e está organizada por pequenas irritações e ódios de estimação em que o autor, partindo de uma observação quase microscópica do quotidiano, dá largas ao seu sarcasmo.

4 de fevereiro – 21h00
Auditório da Biblioteca Municipal Fernando Piteira Santos

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.