O jornal bimestral de banda desenhada JanKenPon #4 refere-se aos meses de junho e julho do presente ano. Trata-se de um número que difere dos anteriores. Em primeiro lugar, apresenta duas capas, uma vez que a banda desenhada O Conto de Duas Cidades é uma história com dois sentidos de leitura, a portuguesa (da esquerda para a direita) e a japonesa (da direita para a esquerda).

Os nossos leitores já estão familiarizados com este manga comemorativo dos 150 anos do Tratado de Paz, Amizade e Comércio entre Portugal e Japão, assinado em 1860, quando assinalámos a então disponibilidade da leitura online da BD aqui, editada pela NCreatures. Com a ideia original e coargumento de Rui Zink, contou ainda com o coargumento de Ricardo Andrade e as ilustrações de Sara Duarte Ferreira.

Eis a sinopse desta BD:
Ryu é um jovem japonês que está a viver em Lisboa. Numa madrugada, viaja num eléctrico e durante o trajecto fala com a sua namorada Maria (Mia para os amigos). O jovem casal está separado por muitos quilómetros, estando Maria em trabalho no Japão. Maria é jornalista e está a realizar uma reportagem sobre o Tratado entre Portugal e Japão.
A conversa é interrompida quando perdem o sinal pela presença de uma figura ameaçadora que aparenta sair dos carris do eléctrico. Ryu encontra-se assim frente-a-frente com o Adamastor, que por um desgosto de amor centenário procura abafar a sua mágoa sobre o pobre condutor do eléctrico. Este encontro vai levar a Ryu as memórias do gigante. Memórias de um Portugal que muitos se esqueceram existir.
No Japão, Mia perde-se no seu trabalho, registando fotograficamente um matsuri (festival). Aqui encontra uma interprete de Koto, um instrumento tradicional japonês, cujo som erradamente confunde com uma guitarra portuguesa. Mia adquire aqui uma visão mais intima do Japão, e nem mesmo um Kami (divindade) consegue intimidar a nossa jornalista quando este decide atravessar o espaço do festival.
A história de Ryu é lida da esquerda para a direita, segundo o sentido de leitura ocidental. A história de Mia é lida da direita para a esquerda no sentido de leitura japonês. Ambos os personagens encontram-se no meio do manga.

Esta publicação encerra um ciclo não só para o próprio jornal Jankenpon mas também para a Jankenpon, Lda. É o final da dedicação exclusiva à BD portuguesa inspirada em manga. A partir do número 5, para além da continuação das séries Ayaka e Yuki, Dragon Nanny e TMG: The Mighty Gang, estão anunciadas BD inspiradas na escola norte-americana de comics.

JanKenPon #4
Rui Zink, Ricardo Andrade & Sara Duarte Ferreira
48 páginas
PVP: 1€

jankenpon4_open

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.