bandasdesenhadas

Dia 30 de novembro é distribuído com o jornal Público, em parceria com a Asa, o quarto tomo da coleção dedicada à série Os Túnicas Azuis, da autoria de Willy Lambil e Raoul Cauvin.

O quarto volume desta colecção, intitulado Os Azuis a Preto e Branco, já foi editado em Portugal em álbum pela Edinter na década de 80 do século XX. Trata-se do décimo primeiro volume da colecção franco-belga, a BD foi publicada originalmente nos #1965-1979 do hebdomadário belga Spirou em 1975, conhecendo a edição em álbum pela Dupuis em 1977. Trata-se do décimo primeiro volume da colecção franco-belga, sendo o quinto desenhado por Willy Lambil.

Este volume baseia-se no trabalho do fotógrafo norte-americano Matthew Brady (1822-1896), sendo estimado que tenha tirado cerca de 8000 fotografias durante a Guerra de Secessão.

prelease_tunicas_azuis

Eis a sinopse da editora:
Há já muito tempo que os cidadãos americanos se habituaram a ouvir histórias fantásticas sobre como lutam e caem em combate os valorosos soldados nortistas. O fotógrafo Mathew B. Brady foi contratado por Lincoln para registar para a posteridade o terrível dia-a-dia da frente de batalha. Será desta que a crua realidade da guerra virá ao de cima graças à imprensa? Nem por isso, pois os jornais só relatam aquilo que querem e como querem! E os nossos dois heróis, Blutch e Chesterfield, irão ser a triste prova disso mesmo…

prelease_tunicas_azuis1

SOBRE O AUTOR |

Rodrigo Ramos
Rodrigo RamosAdministrador
É administrador do site. Licenciado em Informática, agrega no Bandas Desenhadas dois mundos que adora - a web e a banda desenhada.