Há 80 anos, em 31 de dezembro de 1936, era publicada a primeira parte de Saturno contro la Terra na publicação I Tre Porcellini #93. O jornal “Os 3 Porquinhos” italiano teve direito a 98 números, entre 28 de março de 1935 e 4 de fevereiro de 1937. Esta publicação apresentava bastante conteúdo não-disneyano, como era o caso da ficção científica “Saturno contra a Terra”.

A história foi escrita por Federico Pedrocchi – tendo contado com a colaboração de Cesare Zavattini, diretor editorial da Mondadori  – e desenhada por Giovani Scolari. Tratou-se da segunda banda desenhada italiana de ficção científica, apenas precedida por S.K. 1 de Guido Moroni Celsi, publicada um ano antes no jornal Topolino (“Mickey”) #151, mais concretamente em 17 de novembro de 1935 e nos números seguintes. Teve a particularidade de ser a primeira BD italiana de ficção científica a ser traduzida para inglês para publicação no mercado norte-americano, na revista Future Comics da David McKay Publications, na década de 1940.

A saga é composta por uma série de sete bandas desenhadas publicadas originalmente entre 1936 e 1946. A trama centra-se numa guerra espacial travada num futuro não muito distante entre a Terra e Saturno, que opõe o saturniano Rebo ao cientista italiano Marcus. Após o final do jornal de BD I Tre Porcellini em 4 de fevereiro de 1937, o primeiro episódio, bem como os 3 seguintes (Rebo ritorna / L’isola di sabbia; La guerra dei pianeti; e L’ombra di Rebo) prosseguiriam no jornal Topolino #216-238 (11 de fevereiro a 15 de julho de 1937).

O final do 4.º episódio (com o subtítulo La nube di gelo) apenas seria retomado a 25 de abril de 1940, não no jornal Topolino, mas no jornal Paperino e altre aventure (“Donald e outras aventuras”) #122. Seria também neste jornal que seria publicado o início do 5.º episódio (Le sorgenti di fuoco) até ao Paperino e altre aventure #149 (26 de outubro de 1940), último número desta publicação. Somente em 2 de dezembro de 1941, a saga retornaria ao jornal Topolino, sendo o final do 5.º episódio publicado entre os #468 e 489.

Após o final do 5.º episódio, em 28 de abril de 1942, segue-se uma nova pausa. O 6.º episódio (La sfera d’aria) inicia-se no #560 (7 de setembro de 1943) e é novamente interrompido a 21 de dezembro de 1943, no jornal Topolino #564, o último número em tempo de guerra. Com o regresso do jornal, com o #545, em 15 de dezembro de 1945, o episódio recomeça desde o início. Não mais é interrompido, seguindo-se-lhe o 7.º e último episódio (La fine del mondo), cuja última prancha é publicada a 26 de outubro de 1946, no jornal Topolino #610. Pedrocchi, o autor da primeira banda desenhada Disney feita em Itália, protagonizada pelo Donald, não veria o final da publicação de “Saturno contra a Terra”, uma vez que faleceu em Gallarate durante a II Guerra Mundial, a 20 de janeiro de 1945, quando a britânica Royal Air Force destruiu o comboio no qual viajava para casa, perto de Varese, após um dia de trabalho em Milão. Quem sabe que histórias desta saga – e outras – ficaram por contar?

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis um vídeo produzido em 2002 sobre a série:

Apesar do sucesso da saga na altura da sua publicação, a última vez que foi compilada em álbum foi em 1969, facto que a torna mais obscura geração após geração de italianos – e ainda mais etérea para os restantes habitantes da Terra ou de Saturno 😉 Curiosamente, uma das formas indiretas que têm mantido viva a BD têm sido as homenagens Disney que lhe têm sido dedicadas por Luciano Bottaro, com 4 episódios publicados entre 1960 e 1997.

Estas 4 bandas desenhadas encontram-se reunidas na revista Disney Especial 33: Aventuras no Espaço. A revista é ainda complementada com uma BD protagonizada pelo Indiana Pateta, a levantar o véu sobre o tema do próximo Disney Especial.

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.