Paralelamente à sua série de revistas Cartoon Network, a Goody lançou em setembro a revista oficial dedicada às Powerpuff Girls, baseada na série de animação televisiva homónima, criada por Craig McCracken para o canal Cartoon Network, a partir de uma curta-metragem que tinha realizado no seu segundo ano no California Institute of the Arts.

As Powerpuff Girls tiveram origem na mítica série de animação What a Cartoon! (posteriormente denominada The What a Cartoon! Show e The Cartoon Cartoon Show), a qual foi o primeiro passo para revolucionar o canal, começando então a apresentar conteúdo original. Deste modo, desde 1995, tal como os portugueses também puderam visionar, na altura em língua inglesa, foram apresentadas dezenas e dezenas de curtas-metragens que se distinguiam dos demais conteúdos do canal quer visualmente quer a nível de história.

Produzidos pelos estúdios Hanna-Barbera, estas curta-metragens eram oportunidades “tudo ou nada” para as visões originais dos seus criadores, sem intervenção executiva. Das mais de 5000 propostas para as primeiras 48 curtas-metragens produzidas, curiosamente, a das Powerpuff Girls foi a primeira a ser exibida.

A Blossom, a Bubbles e a Buttercup são as Powerpuff Girls. Estas três pequenas meninas têm uma missão: salvar o mundo antes da hora de dormir. Elas vivem com o professor Utonium nos arredores de Townsville, a cidade onde combinam perspicácia e força contra monstros e vilões.

No entanto, a curta-metragem foi vencida em popularidade por outras curtas, que tiveram direito à sua própria série. A primeira foi Dexter’s Laboratory, em 1996. E no ano seguinte, surgiram mais 3: Johnny Bravo, Cow and Chicken e I Am Weasel (esta última, inicialmente um segmento de Cow and Chicken).

Com a crescente popularidade das Powerpuff Girls, em 1998 iniciar-se-ia a sua série televisiva, a qual terminou em 2005, tendo direito a 78 episódios, 2 curtas-metragens e um especial de Natal, além do filme, que estreou nas salas de cinema em 2002, uma prequela da série televisiva. A série foi premiada com 6 Emmy Awards, 9 Annie Awards e 1 Kids’ Choice Award, ao longo da sua exibição.

Em 2008, a série teria direito a um novo especial, a comemorar o seu 10.º aniversário. Seguir-se-ia um novo especial em 2014, pela primeira vez em CGI e sem a intervenção do criador da série.

A série tem sido transposta para outros media, com direito a mais de uma dezena de videojogos em título próprio e participação das personagens num mão-cheia de outros videojogos, além de banda desenhada publicada pela IDW, bandas sonoras e diversos brinquedos.

Paralelamente, no Japão foi exibido um spin-off de 52 episódios (2006-2007), Powerpuff Girls Z, com o anime a ter direito a uma adaptação para BD por Shiho Komiyuno na revista de manga shojo Ribbon da Shueisha.

A 30 de abril de 2016, estreou em Portugal uma nova série, um reboot da original, com um novo logotipo. É a esta nova série que a revista da Goody se dedica. Desenvolvida por Nick Jennings e Bob Boyle, a primeira temporada teve direito a 39 episódios, 5 curtas-metragens e um especial. A segunda temporada encontra-se em exibição, tendo tido direito até ao momento a 33 episódios e 5 curtas-metragens.

Quanto à banda desenhada de 8 páginas contida na revista, intitulada Princesa Buttercupp, narra o 2.º episódio da 1.ª temporada, com imagens capturadas da série animada:

A restante revista apresenta informações, posters e atividades relacionadas com a série, bem como dicas de moda e o quotidiano de diversos profissionais  (uma veterinária, neste número).

Powepuff Girls #0
Editora: Goody
Páginas: 32
Formato: A4
PVP: 4,90€

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.