A obra-prima de Katsuhiro Otomo, Akira, é a mais recente novidade da editora JBC Portugal. Akira, foi publicado originalmente no Japão em 1982 e teve direito a uma edição em português, nos anos 90 do século passado, pela Meribérica.

Segundo a editora, para esta nova edição, todos os materiais originais foram restaurados, remasterizados e digitalizados. Diferente da versão serializada dos anos 90, esta edição tem o formato igual ao original japonês, com o tamanho de 17,8 x 25,6 cm, bem maior que os mangás normais e 350 páginas em média por edição, com a leitura a proceder-se da direita para a esquerda. A obra completa será formada por seis volumes.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

O ano é 2019. Já se passaram 38 anos desde a eclosão da 3ª Guerra Mundial, iniciada com uma explosão atómica em 1982. O mundo foi devastado. Nas ruas de uma Neo Tokyo pós-apocalíptica, jovens delinquentes dedicam suas vidas a espalhar o terror e o caos. Com potentes motas e inflamados por drogas e bebidas, estes vândalos estão prestes a transformarem-se no rastilho de uma nova Guerra Mundial.

Numa dessas noites, o gangue liderada por Shotaro Kaneda sofre um acidente inexplicável. Tetsuo Shima, o melhor amigo de Kaneda, atropela uma criança de estranha fisionomia. Após o ocorrido, Tetsuo começa a sentir reações esquisitas que parecem ter despertado poderes jamais imaginados. Isso acaba por atrair a atenção de agentes secretos do Governo envolvidos num projeto com experiências sobre poderes sobrenaturais.

Quando Tetsuo é capturado, torna-se numa cobaia nas mãos do Governo para estudar os poderes que começaram a surgir depois do acidente. E assim, enquanto Kaneda tenta salvar o amigo, uma terrível e poderosa entidade pode estar prestes a despertar.

Akira é um dos mangás mais famosos do mundo e é considerado a obra-prima escrita e desenhada por Katsuhiro Otomo. A sua trama densa e profunda leva a discussões sobre poder, corrupção e reflexões sociais, tudo revestido com muita ação.

Katsuhiro Otomo nasceu na província de Miyagi, Japão no ano de 1954.
A sua primeira obra foi Gun Report, de 1973, um dos mangás mais vendidos na época. Fireball, lançado em 1979, o consagrou em definitivo como autor de estilo mais ‘cult’. No começo dos anos 1980, Otomo começou a publicar sua obra mais famosa. Akira foi iniciado em 1982 nas páginas da Young Magazine e seria finalizado apenas em 1990, depois do lançamento da versão animada, de 1988, nos cinemas. Depois do sucesso avassalador de Akira, Katsuhiro Otomo lançou Domu, obra essa que lhe rendeu o Grande Prémio de Ficção Científica Japonês em 1983, feito até então inédito no mundo dos mangás. Entre outros trabalhos é possível destacar Mother Sarah (1990-2004) que foi escrito por Otomo com ilustrações de Takumi Nagayasu. Este mangá de sucesso no exterior foi completo em 7 volumes nas páginas da revista Young, publicação da editora Kodansha. Otomo é autor de mais de 10 mangás e contos, além de trabalhar como produtor e diretor de inúmeras animações de sucesso. Em sua filmografia, além de Akira, constam longas como , Metropolis (2001), Memories(1995) e Steamboy (2004) no qual ele transporta para as telas uma das mais famosas obras de Osamu Tezuka.

Akira Vol.1
Katsuhiro Otomo
JBC Portugal
Dimensões: 178 x 256 x 26 mm
Encadernação: Capa mole
Páginas: 364 (10 a cores)
ISBN: 9789895413355
PVP: 34,99€

SOBRE O AUTOR |

Rodrigo Ramos
Rodrigo RamosAdministrador
É administrador do site. Licenciado em Informática, agrega no Bandas Desenhadas dois mundos que adora - a web e a banda desenhada.