BD² – Base de Dados de Banda Desenhada

G. Floy Studio (Portugal)

Atividade: 2006 – 2011 | 2014 – presente
Filiação: chancela editorial de Mucha Comics
Sede: Varsóvia, Polónia

A G. Floy Studio de Christine Meyer, fundadora e sócia-gerente da empresa, é uma editora de banda desenhada, ativa na Dinamarca, na Polónia (sob a designação de Mucha Comics) e em Portugal, que edita principalmente séries de banda desenhada norte-americana.

Após um primeiro contacto com o mercado editorial nacional com a coimpressão ocasional de bandas desenhadas em conjunto com a Devir, a BdMania e a Norma desde 2002, estreou-se na edição em Portugal em 2006, com lançamentos esporádicos, inicialmente com coedições com a Devir e posteriormente a solo, com obras como Orquídea Negra de Neil Gaiman e Dave McKean, Fell – Cidade Perdida de Warren Ellis e Ben Templesmith, ou dando continuidade à série Hellboy de Mike Mignola, inicialmente editada em Portugal pela Devir. Encerrou a primeira fase de atividade em Portugal em 2011.

Em 2014, a editora conheceu uma nova fase, que acompanhou as mudanças editoriais na Polónia, o seu maior mercado, e que passou por uma diminuição da produção de títulos da DC e Marvel, e um aumento na produção de séries e livros da Image e outras editoras. Em Portugal, desde novembro de 2014, José de Freitas (e Rui Alves, que se desligaria do projeto em 2016) passou a integrar a G. Floy como parceiro local. A partir dessa data, a editora entrou na sua fase de maior expansão, com o lançamento periódico de bandas desenhadas norte-americanas da Marvel, Image e outras editoras, lançando esporadicamente banda desenhada europeia.

Desde 2017, Freitas desenvolveu uma parceria com a Comic Heart, para a publicação de autores portugueses, em antologias e a solo, na G. Floy. Em 2018, Freitas criou com outros parceiros a Colecção Aleph, sob a qual começou a publicar BD bonelliana na G. Floy.

Até ao primeiro trimestre de 2018, a G. Floy Studio era uma chancela da Jensen International Christine Meyer S. L., sita em Maspalomas, Grã Canária, Espanha. Com o encerramento desta empresa, passou a ser uma chancela da Mucha Comics, sita em Varsóvia, Polónia.

Em junho de 2019, o catálogo com as publicações de autores portugueses e bonellianas já editadas pela G. Floy transitou para a cooperativa A Seita – da qual Freitas e anteriores parceiros desses projetos são membros -, sendo esta cooperativa quem prossegue com essas edições. Em agosto de 2020, a G. Floy encerrou a colaboração com Freitas enquanto editor português, passando Meyer a assumir a totalidade das funções da editora no nosso país.

2006

  • Hellboy vol. 4: A Mão Direita do Apocalipse – Mike Mignola
  • Orquídea Negra – Neil Gaiman & Dave McKean

2008

  • Hellboy vol. 5: Vermes Conquistador – Mike Mignola

2009

  • Hellboy vol. 6: Terras Estranhas – Mike Mignola

2011

  • Fell: Cidade Selvagem – Warren Ellis & ben Templesmith
  • Hellboy vol. 7: A Bruxa Troll e outros contos – Mike Mignola, Richard Corben & P. Craig Russell

2014

  • Fatale vol. 1: A Morte Persegue-me – Ed Brubaker & Sean Phillips

2015

  • Fatale vol. 2: O Negócio do Diabo – Ed Brubaker & Sean Phillips
  • Fatale vol. 3: A Oeste do Inferno – Ed Brubaker & Sean Phillips

2016

  • Fatale vol. 4: As Lágrimas do Céu – Ed Brubaker & Sean Phillips
  • Fatale vol. 5: Amaldiçoa o Demónio – Ed Brubaker & Sean Phillips
  • Harrow County vol. 1: Assombrações sem Fim Cullen Bunn & Tyler Crook

2017

2018

2019

2020

2021

O Bandas Desenhadas está atualmente a elaborar a base de dados referentes ao ano corrente. Está interessado em colaborar com a BD² quanto aos anos anteriores? Envie-nos os dados e dar-lhe-emos crédito pela sua colaboração.

Início | Autores | Editoras Nacionais | Editoras Originais | Séries de BD

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.