Obra que reúne 13 artistas gráficos portugueses foi lançada em Angoulême.

O 46.º Festival Internacional de Banda Desenhada de Angoulême foi o evento escolhido pela Chili Com Carne para o lançamento de Punk Comix. Esta obra, apesar de ter sido acabada de lançar, tem já uma história que evoca 2017, graças a uma política inspirada na gestão sustentável de resíduos.

Foi em junho de 2017 que a Chili Com Carne (em coedição com a Thisco e a Zerowork), em plena 87.ª Feira do Livro de Lisboa, realizou o lançamento um split-book de Afonso Cortez e Marcos Farrajota, cuja temática que une as duas partes do livro é o punk, a propósito dos 40 anos desta subcultura em Portugal.

Punk Comix: Banda Desenhada e Punk em Portugal é a porção do split-book da autoria de Farrajota. Quanto a Cortez é o autor de Corta-e-Cola: Discos e Histórias do Punk em Portugal (1978-1998).

O livro é acompanhado por um CD que reúne faixas de Grito!, Mandrake, Albert Fish, Melanie Is Demented, Dr. Frankenstein, The Dirty Coal Train, Putan Club, Presidente Drógado com Banda Suporte, FDPDC, GG Allin’s Dick, dUASsEMIcOLCHEIASiNVERTIDAS e Estilhaços Cinemáticos (Adolfo Luxúria Canibal, António Rafael, Henrique Fernandes e Jorge Coelho). Segundo as editoras, devido a constrangimentos logísticos apenas os exemplares deste livro comprados diretamente às editoras é que são acompanhados por um CD. No entanto, a compilação “Punk Comix CD” (ZW057) pode ser escutada e descarregada gratuitamente em thisco.bandcamp.com.

Atendendo a que 300 exemplares do livro foram para as grandes cadeias livreiras, cerca de um ano e meio depois, os 300 CD remanescentes tiveram finalmente direito a um propósito, constituindo um objeto com uma curiosa história. No entanto, o novo Punk Comix CD não se resume à disponibilização dos CD em stock, tendo sido elaborado um novo graphzine em formato de brochura de CD, com o trabalho de 13 artistas gráficos a ilustrarem cada uma das músicas e a capa do CD.

Impressa em risografia pela Mundo Fantasma, a brochura conta com capa de Jucifer. Cada música tem direito a uma ilustração ou banda desenhada, sendo as dedicadas à BD aquelas que constituem a maioria das páginas da obra.

Deste modo, há trabalhos de Mauro Coelho, Ana Louro, Neno Costa, Ana Caspão, Nunsky, Rui Moura, José Smith Vargas, Xavier Almeida, Marcos Farrajota, Rudolfo, Vicente Nunes e André Coelho, que evocam autores, personagens, séries e livros de banda desenhada, dos menos aos mais mainstream.

Este pot-pourri gráfico tem uma existência passível de apreciação para além da mera bula que acompanha o disco compacto, desde o piscar de olho ao Popeye fálico e ao vampiresco Batman até ao Homem-Aranha punk (quiça retirado do aranhaverso) e às diferentes fases do ato sexual (não necessariamente cinemáticas).

Eis uns detalhes de algumas das ilustrações constantes na obra:

Eis a sinopse da editora:

Se a Música sempre foi registada em objectos circulares, das primeiras máquinas mecânicas às rodas das K7, a Reciclagem artística e a ecológica seguem o mesmo princípio geométrico.
300 rodelas áudio, 13 artistas gráficos, impressão luxuosa risográfica.
A edição é no fim de contas um CD que acompanhou um lote de exemplares do livro-duplo Corta-E-Cola / Punk Comix (Chili Com Carne + Thisco; 2017) de Afonso Cortez e Marcos Farrajota, sobre a história do Punk em Portugal.
Foram tirados 1000 exemplares do livro e 1000 cópias do disco, no entanto só 700 dos CD é que entraram nos livros. Cerca de 300 exemplares do livro foram para as grandes cadeias livreiras… recusando trabalho de escravo para esses monstros ou satisfazer-se consumidores preguiçosos, não foram enfiados discos nesses exemplares.
Esta sobra de discos inspirou a criação de um graphzine com 13 desenhadores a ilustrarem as músicas que por sua vez foram baseadas na BD da forma mais abrangente possível: sobre autores (Vilhena, Johnny Ryan), personagens (Mandrake, Corto Maltese), séries (O Filme da Minha Vida) ou livros (V de Vingança, Caminhando Com Samuel). Alguns temas são mais óbvios que outros mas o resultado é uma rica mistura de sons que vão desde o recital musicado ao Crust mais barulhento.
Impresso a duas cores em Risografia – via Mundo Fantasma – participam neste graphzine com BD, desenhos e ilustrações vários autores “punkis” assim assim, que já foram ou ainda serão ou nem por isso: Mauro Coelho, Ana Louro, Neno Costa, Ana Caspão, Nunsky, Rui Moura, José Smith Vargas, Xavier Almeida, Marcos Farrajota, Rudolfo, Vicente Nunes e André Coelho. E Jucifer na capa.

Punk Comix CD
Vários autores
Editora: Chili Com Carne & Zerowork Records
PVP: 5,00€

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.