BD² – Base de Dados de Banda Desenhada

Image Comics

Atividade: 1992 – presente
Sede: Portland, Oregon, EUA

A editora Image Comics nasceu como a resposta de um conjunto de autores de banda desenhada, insatisfeito com o facto do seu trabalho ser uma prestação de serviços para a Marvel ou DC Comics, não retendo direitos de autor das obras publicadas. Foi anunciada como uma nova editora constituída por um grupo de oito autores bestsellers, mas a desistência de Whilce Portacio por motivos familiares, que iria ilustrar uma BD de Chris Claremont, diminuiu o grupo para seis. Os dois principais princípios da editora eram que os direitos de autor pertenceriam aos autores e nunca à editora e que os sócios não interfeririam entre si criativa nem financeiramente. Cada um dos fundadores, fundou o seu próprio estúdio: Todd McFarlane Productions, WildStorm Productions de Jim Lee, Highbrow Entertainment de Erik Larsen, Shadowline de Jim Valentino, Top Cow Productions de Mark Silvestri e Extreme Studios de Rob Liefeld.

Sendo editados inicialmente pela Malibu Comis, o sucesso de vendas das séries da Image originou que em poucos meses aquela conseguisse uma quota de 10% do mercado de banda desenhada dos EUA. Em 1993, a Image terminou o seu contrato de edição com a Malibu e passou a editar o próprio material. Alguns dos fundadores publicaram diferentes séries dentro de um universo partilhado em cada um dos seus estúdios, dando a impressão aos leitores de se tratarem de 6 editoras diferentes, cada uma com o seu universo. O aumento de trabalho levou alguns dos sócios a contratar freelancers para conceberem argumentos e ilustrações, o que levou a críticas de que a única diferença entre alguns dos estúdios da Image e da Marvel e DC era que eram os próprios autores da Image a explorar os seus colegas e não grandes empresas editoriais. Pelo contrário, alguns estúdios publicaram trabalhos originais de autores que não eram sócios da Image, permitindo-lhes manter os direitos de autor. Algumas séries autoeditadas passaram a ser publicadas pela Image, também dentro desse espírito.

Apesar da pouca experiência editorial, que gerava atraso na produção e distribuição das diferentes revistas, o que reduzia as vendas, três anos após a sua fundação a Image era considerada como a terceira grande editora de banda desenhada norte-americana, após a Marvel e a DC Comics.

Com o surgimento de desacordos entre os sócios, Liefeld abandonou a editora em 1996. A chancela Cliffhanger da Wildstorm, criada por Joe Madureira, J. Scott Campbell e Humberto Ramos em 1998, foi um sucesso de vendas, mas em 1999 Jim Lee vendeu a Wildstorm e os seus personagens à DC Comics.

A Image era conhecida pela sua arte dinâmica e extravagante, que ilustrava histórias do subgénero de super-heróis, centradas em personagens com argumentos fracos. A editora tentou contrariar em 1997 esta tendência, diversificando o seu catálogo com outros autores e géneros. Apesar das baixas vendas alcançadas na altura, criou o modelo que mais tarde passaria a ser utilizado para a publicação de obras independentes dos estúdios que constituem a editora, denominado Image Central.

Na década de 2000, com a crescente concorrência da Dark Horse Comics e da IDW Publishing, a editora diminuiu a quota do mercado de BD norte-americana. Após Valentino em 1997 e Larsen em 2004, Eric Stephenson, que está na editora desde a sua formação, assumiu em 2008 o papel de editor. Foi também neste ano que Robert Kirkman, autor de Invencível e The Walking Dead, foi convidado a se tornar um dos sócios da Image, tendo criado a chancela Skybound.

Em 2009, a Image iniciou um novo período da sua vida editorial, com uma expansão considerável do seu catálogo não só quanto aos géneros de banda desenhada que editava como à diversificação de criadores, tornando-se a publicação de material não produzido pelos seus estúdios a maioria do seu catálogo, com os direitos de autor a pertencer aos seus criadores. Com esta expansão, chegou também a aclamação da crítica especializada de muitas séries, vencedoras de diversos prémios. Durante este período, as vendas da Image aumentaram bastante, recuperando a quota de 10% do mercado de BD norte-americano.

Séries publicadas em Portugal

O Bandas Desenhadas está atualmente a elaborar a base de dados referentes ao ano corrente. Está interessado em colaborar com a BD² quanto aos anos anteriores? Envie-nos os dados e dar-lhe-emos crédito pela sua colaboração.

Início | Autores | Editoras Nacionais | Editoras Originais | Séries de BD

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.