BD² – Base de Dados de Banda Desenhada

Eduardo Teixeira Coelho

Pseudónimos: Martin Sièvre, ETCoelho, ETC, E.Coelho, I.P.Serafim, Tôu-Tchai, F.Postigo, Filadelfo Postigo
Naturalidade: Angra do Heroísmo, Ilha Terceira, Açores
Nascimento: 4 de janeiro de 1919
Falecimento: 31 de maio de 2005

Uma das primeiras bandas desenhadas conhecidas de Eduardo Teixeira Coelho é uma BD balonada com 4 vinhetas publicada no jornal humorístico “Sempre Fixe”, quando tinha 17 anos. Em 1942, ilustrou novelas para a revista “O Senhor Doutor” e iniciou a sua colaboração com o semanário infantil “O Mosquito” (1.ª série), a partir do #341, bem como com outras publicações da editora, como “Aventuras” e “Engenhocas e Coisas Práticas”. No entanto, a sua estreia na banda desenhada deu-se na publicação espanhola “Chicos” a 2 de fevereiro de 1944 com El Hechicero de los Matabeles, sendo a BD de 7 páginas publicada nos #287-293 de “Chicos”. Seguir-se-ia a BD “Un Jinete del Oeste” na mesma publicação em julho desse ano. A 28 de março de 1945, iniciou-se a publicação da BD Os Guerreiros do Lago Verde em “O Mosquito”.

Foi nas Edições O Mosquito que foi publicada a maioria dos seus trabalhos portugueses de banda desenhada, abrangendo os mais diferentes géneros, com obras como Falcão Negro o Filho de Jim West (1946), O Caminho do Oriente (1946), O Feitiço do Homem Branco (1946), O Grande Rifle Branco (1946), Os Náufragos do Barco Sem Nome (1946), Sigurd o Herói (1946), A Lei da Selva (1948), Lobo Cinzento (1948), O Mensageiro (1948), A Trilogia das Mouras (1946-9), O Defunto (1950), Os Doze de Inglaterra (1950), A Morte do Lidador (1950), A Torre de D. Ramires (1950), O Suave Milagre (1950), A Aia (1952) ou O Tesouro (1952). Entre 1954 e 1955, foram editados em álbum pela Fomento de Publicações O Rei Triste, com argumento da sua mulher Gilda Teixeira Coelho, bem como A Filha do Moleiro, Marina e o Papagaio, A Borboleta Verde e O Espírito das Nuvens numa série infantil denominada “Capuchinho Vermelho”.

Com o cancelamento de “O Mosquito” no #1412, datado de 24 de fevereiro de 1953, que deixou incompleta a sua BD S. Cristóvam, Teixeira Coelho emigrou para prosseguir a sua carreira enquanto autor de banda desenhada. O destino inicial foi Espanha, seguindo-se a inglesa Richmond (colaborando com a Amalgamated Press) e fixando-se na italiana Florença.

Do seu período espanhol, destaca-se As Bodas Indias (1954) para a publicação “Chicos”, com coargumento de Black Elk. Para o mercado inglês, trabalhou, entre outros, em Robin Hood (1956-1958) e The Knight of the Red Eagle (1957), esta última uma adaptação de A Torre de D. Ramires por R. Perrins.

Apesar da sua residência italiana, foi especialmente para o mercado francês que realizou um profícuo trabalho, em particular para a Éditions Vaillant, a editora do hebdomadário “Vaillant”, substituído pelo “Pif Gadget” em 1969. Com argumento de Jean Ollivier ou Roger Lécureux, desenhou Ragnar le Viking (1955-6; 1963-9), Till Ulenspiegel (1956), Davy Crocket (1957), Wango (1957-9), Yves le Loup (1960-2), Robin des Bois (1969-74), Le Furet (1975-6), Erik le Rouge (1976-7) ou Ayak (1977-84). É também para as Éditions Vaillant que concebe, em conjunto com a sua esposa Gilda, a série de publicações para crianças Pipolin – les gaies images (1957-1963), sendo o duo responsável pela série principal da publicação, Pipolin. Entre 1962 e 1968, desenhou a série Biorn le Viking para as revistas “Brik” e “Pirates” da editora Aventures et Voyages. Uma versão alemã da “Pif Gadget”, denominada “Yps”, publicou a BD Gerfried, com argumento de Ollivier, naquele país, entre 1977 e 1978. O duo Ollivier e Teixeira Coelho foi também o responsável pela série de BD Cartouche, publicada nos primeiros 7 números da revista homónima, editada pela francesa Éditions Jeunesse et Vacances.

Alguns dos seus trabalhos publicados em revistas estrangeiras, foram reproduzidos em Portugal em publicações como “Cavaleiro Andante”, “Mundo de Aventuras”, “O Falcão” e “O Pardal”.

Teixeira Coelho foi um dos desenhadores das obras Histoire de France en bandes dessinées (1976-8) e La Découverte du Monde en bande dessinées (1978-80), editadas pela Larousse, tendo a última sido editada pelas Publicações Dom Quixote em Portugal, entre 1981 e 1984.

Para a Hachette, foi o ilustrador dos álbuns da série Histoire Juniors dedicados a Joana d’Arc (1979), Cristóvão Colombo (1980), Luís XI (1980), As Cruzadas (1983), Du Guesclin (1984), Os Conquistadores (1984), Leonardo da Vinci (1985), e História da França 2: Da Guerra dos 100 Anos à Revolução (1986), alguns dos quais viriam a ser posteriormente publicados em Portugal pela Asa. Foi também para a Hachette que produziu os dois tomos da série La Mémoire des Celtes, sob argumento de Ollivier.

Em 1984, colaborou com a publicação italiana “ComicArt”, com a adaptação da Novella LXIV de “Il Trecentonovelle, da autoria de Franco Sacchetti.

Em 1988, foi publicada em Portugal pelas Edições Futura a BD em 2 tomos Decameron, baseada na obra homónima de Giovanni Boccaccio.

No Salone Internazionale dei Comics, del Cinema d’Animazione e dell’Ilustrazione, de Lucca, foi distinguido em 1973 com o troféu “Yellow Kid” para o melhor desenhador estrangeiro. Em 1997, o Festival Internacional de BD da Amadora atribuiu-lhe o Troféu de Honra. Foi agraciado com a Medalha de Mérito Cultural pela Câmara Municipal de Angra do Heroísmo, a título póstumo, em 21 de agosto de 2018. Em 2019, decorrem várias iniciativas para celebrar o 1.º centenário do seu nascimento.

Obras publicadas em Portugal

One-shots

Séries

Ragnar
  • 1. A Harpa de Ouro
Robin dos Bosques
  • 35. A Noite de Derby
A Trilogia das Mouras
  • 2. A Moura e o Dragão

O Bandas Desenhadas está atualmente a elaborar a base de dados referentes ao ano corrente. Está interessado em colaborar com a BD² quanto aos anos anteriores? Envie-nos os dados e dar-lhe-emos crédito pela sua colaboração.

Início | Autores | Editoras Nacionais | Editoras Originais | Séries de BD

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.