O regresso do Batman de Os Novos 52.

A edição comemorativa do 80.º aniversário de Batman, editada pela Levoir e distribuída pelo Público, inicia-se com o Batman de Os Novos 52. Desde a Crise nas Terras Infinitas em 1985-6, o primeiro reboot de todo o Universo DC, que a DC Comics tem vindo, de vez em quando, a repetir tal façanha, total ou parcialmente. Na presente década, a primeira vez que tal ocorreu foi com o arco de histórias Flashpoint, tendo como consequência a alteração radical do status quo do Universo DC e o surgimento de Os Novos 52 (The New 52, no original), um relançamento editorial do Universo DC. Mais uma vez, o objetivo era modernizar e tornar mais acessíveis os personagens com um novo recomeço da continuidade, numa tentativa de aumentar as vendas.

Os Novos 52 foram publicados originalmente entre 2011 e 2016, tendo os leitores portugueses podido acompanhar a maioria das séries publicadas durante esse período através da importação das revistas brasileiras da Panini. Com o final de Os Novos 52, em 2016, seguiu-se Convergence e posteriormente Rebirth, um novo relançamento que tentou harmonizar a continuidade pré-Flashpoint com a de Os Novos 52, mantendo elementos das duas continuidades.

Apesar das muitas críticas negativas a Os Novos 52, a série Batman (vol. 2), com argumento de Scott Snyder e desenhos de Greg Capullo, agradou à maioria dos leitores e crítica especializada.

A Levoir tem vindo a publicar alguns números desta série, nomeadamente nos seus volumes Corte das Corujas (#1-7), Cidade das Corujas (#8-11) e O Regresso do Joker (#13-17).

Jogo Final (Endgame, no original) dá um salto cronológico, reunindo os #35-40 de Batman (vol. 2). Snyder idealizou inicialmente este arco como o último que realizaria com Capullo na série. E Joker foi o antagonista escolhido para o grande final. No entanto, lembrou-se de mais uma história que tinha em mente, a qual considerava de difícil aprovação pela DC, mas para a qual o Jogo Final seria um bom ponto de partida. Mistério, terror e ação cruzam-se neste volume, que adota uma palete de tons mais sombrios, compatível com o ódio de Joker após a rejeição de Batman em O Regresso de Joker. A capa do volume corresponde a uma das capas alternativas da revista #39, da autoria de Andy Kubert.

Este arco foi publicado nas revistas brasileiras Batman (Os Novos 52) #35-37 e #39-41, distribuídas nos pontos de venda de periódicos portugueses entre fevereiro e setembro de 2016.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

Scott Snyder e Greg Capullo são dois dos nomes mais falados da DC Comics desde o início dos Novos 52. Snyder iniciou a sua carreira como escritor de terror, mas daí até se tornar um dos maiores escritores dos comics americanos deste século, foi um instante. Na sua etapa com o Batman, Snyder conta com a arte de Greg Capullo, desenhador, cuja carreira está sobretudo associada à sua colaboração com Todd McFarlane na série Spawn, durante perto de vinte anos. Capullo revelou-se um dos melhores desenhadores do Batman deste século, adaptando o seu estilo às necessidades da personagem e influenciando a própria narração de Snyder.
Em Jogo Final, o Joker está de volta, mas desta vez o maior inimigo do Batman não está a rir. No encontro anterior, o Cavaleiro das Trevas não esteve à altura dos planos do Príncipe Palhaço do Crime, e agora o vilão não está para brincadeiras. Os jogos acabaram. Todas as cartas estão na mesa. E no confronto mais intenso já visto entre eles, nada mais será sagrado para o Joker… A família do Homem-Morcego, os seus amigos e aliados, a sua casa. Ninguém está a salvo.
Batman e Joker enfrentam-se, cada um deles representando uma força primordial da natureza: a Justiça contra o Caos. O Bem contra o Mal. O sombrio contra a gargalhada. Mas ambos são eternos.
Este é um comic aterrador que marcou uma época dourada para o personagem. Joker é possivelmente o melhor vilão que existiu em toda a história, não só dos comics, mas também da literatura universal.

Batman 80 Anos vol. 1: Jogo Final
Scott Snyder & Greg Capullo
Editora: Levoir
Páginas: 152, a cores
Encadernação: capa dura
Formato: 170 x 257 mm
PVP: 11,90€

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.