A adaptação da obra de Charles De Coster por Jean Ollivier e Eduardo Teixeira Coelho.

Till Ulenspiegel é um personagem da literatura popular da Alemanha do Norte do início do século XVI, cuja ação decorre na primeira metade do século XIV, em diversos locais do Sacro Império Romano-Germânico. As desventuras deste protagonista têm tido diversas adaptações. Em 1867, é editada a obra La Légende et les Aventures héroïques, joyeuses et glorieuses d’Ulenspiegel et de Lamme Goedzak au pays de Flandres et ailleurs do belga Charles De Coster. O autor reconta as histórias do folclore, enquanto transfere o protagonista no espaço e tempo, tornando-o uma figura da resistência flamenca à invasão espanhola na época da rebelião holandesa.

Este romance originou diversas adaptações em banda desenhada, como as dos belgas Ray Goosens (1945), Willy Vandersteen (1952-1954, na publicação Tintin belga) e George van Raemdonck (1964). Por outro lado, Vandersteen publicaria entre 1985 e 1990 dez álbuns da BD De Gauzen, cujos personagens são fortemente inspirados nos do romance de De Coster.

Em França, a adaptação coube a Jean Ollivier e Eduardo Teixeira Coelho, nos #580 a 604 da revista Vaillant, publicados entre 24 de junho e 7 de dezembro de 1956. Em Portugal, esta banda desenhada seria publicada nos primeiros 25 números de O Falcão (1.ª série), entre 18 de dezembro de 1958 e 4 de junho de 1959 com o título O Rebelde dos Países Baixos, sendo republicada este mês no fanzine Fandaventuras, a propósito das comemorações do 1.º centenário do nascimento de Eduardo Teixeira Coelho.

Este fanzine da chancela Serafim & Malacuéco, Inc., é complementado por uma segunda banda desenhada. Trata-se de uma aventura de Robin dos Bosques com argumento de Ollivier e ilustrações de Teixeira Coelho intitulada originalmente Robin des Bois: La Nuit de Derby, a qual foi publicada em 25 de agosto de 1969 na Pif Gadget #27. A Noite de Derby já tinha conhecido edição portuguesa na Mundo de Aventuras (2.ª série) #382, em 5 de fevereiro de 1981.

Registe-se que ambos os autores já tinham experiência com Robin dos Bosques. Teixeira Coelho já tinha desenhado algumas bandas desenhadas (e outras ilustrações) do personagem entre 1956 e 1958 para as publicações inglesas Thriller Picture Library e Robin Hood Annual. Por seu turno, Ollivier tinha escrito os argumentos das BD do seu Robin des Bois para a Vaillant entre 1965 e 1969, com ilustrações de Lucien Nortier, Christian Gaty e Charlie Kiéfer. Com a substituição da Vaillant pela Pif Gadget, seria com Coelho que Ollivier trabalharia nas BD de Robin dos Bosques, entre 1969 e 1975, tendo ainda realizado uma história natalícia em 1982.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Os interessados em obter exemplares de Fandaventuras devem entrar em contacto com o faneditor, através do e-mail gussy.pires@sapo.pt, prevenindo-se de que a tiragem desta publicação é muito limitada.

Till Ulenspiegel (seguido de Robin dos Bosques: A Noite de Derby)
Jean Ollivier & Eduardo Teixeira Coelho
Série: Fandaventuras
Chancela: Serafim & Malacuéco, Inc.
Páginas: 50, a preto e branco
Encadernação: capa mole

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.