O Batman da revista Detective Comics de Os Novos 52.

Com Gothtópia, a coleção da Levoir, distribuída com o Público, dedicada ao 80.º aniversário de Batman, chega ao 4.º volume da fase de Os Novos 52. Após 3 volumes com bandas desenhadas retiradas da série Batman (vol. 2), desta feita as BD compiladas foram originalmente publicadas na série norte-americana Detective Comics (vol. 2). Apesar de Detective Comics não contar com o mesmo elogio da crítica especializada e do público de Batman (vol. 2) nem ter tido o mesmo sucesso comercial, a revista esteve sempre no top 30 mensal dos comic books norte-americanos mais vendidos.

Trata-se da primeira vez que a série Detective Comics (vol. 2) é editada em Portugal, tendo Gothtópia sido escrita por John Layman e ilustrada por Jason Fabok e Aaron Lopestri.

Inicialmente, o autor responsável por Detective Comics (vol. 2) era Tony S. Daniel que escreveu e ilustrou a série até ao #12, com excepção dos #10 e 11, ilustrados por outros artistas. O #0 foi ainda coilustrado por si, cabendo o argumento a Gregg Hurwitz. Entre os #13 e #29, John Layman e Jason Fabok tornaram-se o novo duo criativo, com excepção do #21, #26, #28 e #29, ilustrados por outros artistas. Um destes ilustradores é Aaron Lopestri, como pode ser visto neste volume, no qual desenha 3 dos 5 números coligidos.

O presente volume compila bandas desenhadas extraídas das revistas #25 a #29 de Detective Comics (vol. 2), incluindo a BD curta presente no #25, ilustrada por Jorge Lucas. Do icónico #27, apenas foi selecionada a BD de Layman e Fabok. Nos EUA, estes números correspondem às revistas de janeiro a maio de 2014.

No que toca a este arco, foi publicado nas revistas brasileiras Batman (Os Novos 52) #27 a 30, distribuídas nos pontos de venda de periódicos portugueses entre junho e setembro de 2015.

Clique nas imagens paras as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

O volume 4 da Colecção Batman 80 Anos, Gothtópia, que sai em banca a 14 de Março, tem a assinatura do argumentista John Layman e  do  artista  Jason  Fabok, que  criam  uma  estranha e inquietante história do Batman. Gotham é a cidade ideal, a mais segura e feliz do mundo, em que os heróis são celebrados por todo o lado, ali todos são o que querem ser e os sonhos tornam-se realidade. Um lugar quase utópico, onde tudo é perfeito e o índice de criminalidade é praticamente nulo. Batman e os seus luminosos companheiros justiceiros quase que erradicaram toda a ameaça criminal da cidade. Nesta Gotham luminosa e utópica, os heróis e os vilões que conhecemos surgem em versões ligeiramente diferentes, o que possibilitou ao desenhador Jason Fabok exercitar a sua criatividade, na criação da versão luminosa da bat-família e da sua galeria de vilões, com destaque para a Hera Venenosa e o Espantalho, que estão no centro das histórias e cuja densidade psicológica é bem explorada pelo escritor. Tudo parece fantástico, mas algo falha. Algo não encaixa, e isso não passa despercebido ao maior detective do mundo, para quem encontrar pistas sobre isso é só questão de tempo. Batman é um vigilante universalmente adorado, vestido com o seu brilhante fato de Cavaleiro da Luz, e a sua companheira – e amante – não é outra senão Selina Kyle, a Catwoman, que aqui veste um uniforme novo que é um compromisso entre o  traje  de Robin e o da própria Catwoman, e dá pelo nome de Asa Felina. Quem terá criado esta versão alternativa do mundo do Cavaleiro das Trevas? E com que propósito?

Batman 80 Anos vol. 4: Gothtópia
John Layman, Aaron Lopestri, Jason Fabok at al.
Editora: Levoir
Páginas: 136, a cores
Encadernação: capa dura
Formato: 170 x 257 mm
PVP: 11,90€

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.