O final da run de Whedon e Cassaday em Astonishing X-Men.

Em março, a G. Floy prossegue a publicação da série norte-americana Astonishing X-Men (vol. 3) com as bandas desenhadas extraídas dos comic books homónimos #13-24, originalmente publicados entre abril de 2006 e março de 2008. O tomo inclui ainda a BD originalmente publicada em Giant-Size Astonishing X-Men (vol. 3) #1, publicado originalmente em julho de 2008. Este Livro Dois de Os Supreendentes X-Men conclui, deste modo, a run de Joss Whedon e John Cassaday na série, antes da dupla criativa ser substituída por Warren Ellis e Simone Bianchi.

Este Livro Dois reúne os 3.º e 4.º volumes publicados pela BdMania, respetivamente com os títulos Sob Ataque e Imparável, em 2008 e 2009.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

O final de uma das mais célebres e aclamadas fases dos X-Men, criada por dois dos pesos pesados dos comics!
A épica série de Joss Whedon e John Cassaday conclui neste volume que reúne as sagas: “Destroçados” e “Imparável”! Na primeira história, o comportamento errático de Emma Frost está à beira de ser desvendado, quando o novo Clube do Inferno entra finalmente em acção contra os X-Men, depois de meses de se esconderem dos olhares dos mutantes do Instituto Xavier. E na segunda história, os X-Men têm de partir para o perigoso mundo Ruptura, naquela que será a sua última oportunidade de proteger a Terra dum terrível ataque. E, quando tudo acabar, nada será como dantes!
Quando esta série dos X-Men começou, em 2004, a crítica era unânime que seria difícil para a nova equipa igualar a fase anterior, escrita por Grant Morrison. Mas, com o passar dos anos, Astonishing X-Men de Joss Whedon e de John Cassaday tornou-se num dos maiores clássicos de sempre dos mutantes da Marvel. As duas fases são perfeitamente distintas, mas de algum modo complementam-se, e é adequado que Whedon siga Morrison na continuidade. Grant Morrison é um dos grandes “desconstrutores” de super-heróis dos comics, Whedon é um dos seus maiores fãs. Morrison destruiu e arrasou parte do mundo dos mutantes, Whedon reconstruiu a equipa e voltou a dar-lhe um propósito. E se Morrison puxou os X-Men um pouco para o realismo, Whedon procurou devolvê-los às suas origens como super-heróis – e escreveu uma das mais potentes cartas de amor aos X-Men de todos os tempos.
Combinando uma saga típica de mutantes, com inimigos tradicionais como o Clube do Inferno, conflitos conhecidos e recorrentes, a caça aos mutantes, a discriminação, os eternos triângulos amorosos entre X-Men, alguns deles… telepáticos? – com uma incrível saga de ficção-científica ao “estilo Joss Whedon”, Astonishing X-Men é também uma história que vai aprofundar tremendamente a caracterização de alguns dos maiores heróis da Marvel: a história da redenção e ressurgimento de Ciclope, da humanização de Emma Frost, e sobretudo, mais que todos os outros, é a história de Kitty Pryde, do seu regresso, da sua história de amor com Colossus, e do seu destino final.
Nomeada para inúmeros prémios Eisner, venceu em 2006 o prémio para Melhor Série em Continuação, e por duas vezes, em 2005 e 2006, o prémio foi para Cassaday como Melhor Desenhador.

Registe-se que a G. Floy planeia editar o terceiro livro, com a fase completa de Warren Ellis e Simone Bianchi, durante o verão deste ano.

Astonishing X-Men Livro Dois
Joss Whedon e John Cassaday
Editora: G. Floy
Páginas: 344, a cores
Encadernação: capa dura
Formato: deluxe (19 x 28 cm)
ISBN: 978-84-16510-94-8
PVP: 28,00€

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.