A prequela da série televisiva baseada nos personagens da Archie Comics.

Quem diria que o inocente universo da Archie Comics se iria transformar na interessante série Riverdale? Lá encontramos todos os acarinhados personagens da BD: Archie, Betty, Jughead e Veronica, só para mencionar os principais. Todos estes personagens foram criados originalmente entre 1941 e 1942 para a então denominada MLJ Magazines por John L. Goldwater e Bob Montana, sendo ainda creditada a colaboração do escritor Vic Bloom na criação de Archie Andrews.

Só que estas personagens não adoptaram as mesmas formas inocentes da BD original. São mais maduras, apimentadas, interessantes. Subitamente, estamos a assistir aos episódios sucessivamente, em suspense quanto ao que irá acontecer.

Mas esta crítica não se refere à série produzida pela Warner Bros. e a CBS, com distribuição internacional na Netflix, muito embora seja exatamente devido a visualizar a série televisiva que estivesse extremamente curiosa quanto ao que ia ler no livro Riverdale: O Dia Anterior (Riverdale: The Day Before, no original norte-americano, editado pela Scholastic em dezembro de 2018). Podem crer que tanto os fãs da BD quanto os fãs da série exibida em Portugal na Netflix não se arrependerão de ler estas páginas.

Não nos parecerá estranho que a autora do livro, Micol Ostow, tenha desenhado na sua infância a sua própria BD baseada nos personagens da Archie Comics; ela consegue dar-lhes uma bagagem emocional e uma profundidade invejável. Dá-lhes consistência, torna-as credíveis, como se a qualquer momento nos pudéssemos deparar com qualquer um deles.

Neste livro em prosa, a autora conduz-nos através do último dia de Jason, antes que a tragédia que inicia toda a trama da série televisiva se desenrole. Quer para quem desconhece, quer para os fãs empedernidos, a leitura é prazerosa e mostra-nos novas facetas das personagens, assim como nos dá o background de eventos que ocorrerão mais à frente. De acordo com a personagem, podemos deparar-nos com palavras sarcásticas (Jughead), situações dramáticas (Veronica) ou intrigantes (Betty). O relato é dado em primeira mão por cada um dos personagens. Juntam-se trocas de e-mails, SMS, chats e até artigos de revistas, dando ainda mais consistência a este Universo.

A ler e reler.

Eis a sinopse da editora:

A prequela da série de grande sucesso da Netflix. Tudo o que os verdadeiros fãs da série precisam de saber sobre os dias que antecederam o fatídico dia que mudou as suas vidas.
Como era a vida na cidade no dia anterior a tudo ter mudado para sempre! Nunca nada é exactamente o que parece.
Toda a gente tem segredos, e alguns dos mais sombrios de Riverdale estão prestes a ser revelados.

Micol Ostow foi editora de livros infantis durante quase uma década e em 2004 iniciou a sua carreira de escritora. Desde então, escreveu e publiicou mais de 50 obras de ficção originais para crianças e jovens e outras baseadas em séries televisivas e filmes juvenis de grande sucesso, como Buffy A Caçadora de Vampiros, As Feiticeiras e, mais recentemente, Giras e Terríveis (clássico filme de culto, escrito por Tiny Fey). Em criança, desenhava a sua própria banda desenhada da Archie Comics e por isso gostou tanto de escrever esta prequela de Riverdale. Mora em Brooklyn com o maridos, as duas filhas (que também são obcecadas pela cultura pop) e um buldogue francês muito mimado.

Riverdale: O Dia Anterior
Micol Ostow
Editora: Planeta
Páginas: 272
Encadernação: capa mole
Dimensões: 139 x 208 x 16 mm
ISBN: 9789897772153
PVP: 15,95€

SOBRE O AUTOR |

Susana Figueiredo
Susana FigueiredoGestora de conteúdo
Médica e leitora compulsiva, no Bandas Desenhadas assumiu funções da reportagem e da crítica.