O 10.º e último volume da série é uma antologia elaborada exclusivamente pela editora.

A série 80 Anos de Batman editada pela Levoir, em parceria com o Público, chega ao seu final. Esta série reproduziu material de diferentes séries norte-americanas originalmente editadas pela DC Comics, tendo sido a efeméride evocada o pretexto para a publicação da série e não se pretender com a mesma mostrar o percurso do personagem ao longo das 8 décadas de existência. Deste modo, a conceção da série, para além de uma antologia evocativa dos 80 anos do personagem e outro volume que reproduz a compilação norte-americana da primeira minissérie Black & White, baseia-se na continuação do plano editorial da Levoir do personagem, nomeadamente com mais 5 volumes da fase Os Novos 52, 1 volume do Batman por Lee Bermejo e 2 volumes do universo do Cavaleiro das Trevas de Frank Miller.

O 10.º e último volume é precisamente o volume antológico supramencionado, intitulado Antologia Batman: 80 Anos de Aventuras. Esta seleção de 7 bandas desenhadas (algumas delas bastante curtas) elaborada pela editora é reunida num volume com direito a 120 páginas, podendo ser dividido em duas partes. Inicialmente, há 4 BD pré-Crise, sendo uma da década de 40, outra da década de 60 e duas da década de 70. E uma segunda parte, onde há um salto temporal para o presente, com 1 BD publicada nos EUA em 2017, seguida de duas em 2018. O resultado não é obviamente um percurso do Batman ao longo dos 80 anos, nem a nível de narrativas nem de autores, mas sim um livro com algumas curiosidades para os fãs do personagem.

Registe-se que, ao contrário do press release divulgado pela Levoir, não foi incluído no volume o trabalho de Alan Davis e Paul Neary da década de 80. Quer esses autores, quer material dessa década estão ausentes do livro.

A primeira BD, Quem Ele É e Como Chegou a Sê-lo (1940), da autoria de Bill Finger e Bob Kane, ocupa 2 páginas e foi retirada da revista Batman (vol. 1) #1, onde Finger e Kane narram a origem do personagem.

Segue-se uma BD de 17 páginas, publicada em Batman (vol. 1) #156, da autoria de Finger e Sheldon Moldoff, O Robin Morre ao Amanhecer (1963), com Dick Grayson, o Robin original.

Prossegue-se com uma BD de 15 páginas. publicada em Detective Comics (vol. 1) #408, intitulada Na Casa que Assombrou Batman! (1971). Com argumento de Len Wein e Marv Wolfman, os desenhos são de Neal Adams (o ilustrador que juntamente com o argumentista Dennis O’Neil redefiniu o Batman para a década de 70). Ao contrário do que consta no volume, o Robin presente nesta BD é obviamente Dick Grayson, e não Jason Todd, que só seria criado 12 anos depois.

A segunda BD da década de 70 é O Cadáver que se Recusava a Morrer (1974). Foi originalmente publicada no #115 de Brave and the Bold (vol. 1), uma série na qual se emparelhavam dois ou mais personagens, tendo, após uns anos de existência, adotado a estratégia de um desses personagens ser sempre o Batman. Neste número, Batman tem a companhia do Átomo. São 20 páginas escritas por Bob Harley e desenhadas por Jim Aparo.

Finda esta primeira parte do volume, a editora foca-se no presente, com bandas desenhadas que foram publicadas após a fase Os Novos 52, algo inédito para a Levoir. De modo a concretizar essa intenção, sem prejudicar a cronologia, duas das escolhas recaíram sobre bandas desenhadas publicadas na série Batman Annual (vol. 3), de modo a possibilitar a publicação de narrativas fechadas. A primeira, com somente 8 páginas, foi publicada no #1 (de onde foi também retirada a capa do volume, da autoria de David Finch). A Noite Não Tão Silenciosa de Harley Quinn (2017) é uma BD natalícia que reúne o argumentista Paul Dini ao veterano Neal Adams.

A segunda BD foi publicada em Batman Annual (vol. 3) #2. Alguns Desses Dias (2018) é uma BD fora da cronologia, onde é mostrado um futuro possível para Batman e Catwoman, alicerçado em flashbacks. São 38 páginas escritas por Tom King (o argumentista da série Batman, após a fase Os Novos 52), com as primeiras 30 a serem desenhadas por Lee Weeks e as últimas 8 por Michael Lark.

A BD selecionada para encerrar o volume tem 3 páginas e foi retirada de Batman Secret Files #1. Força Verdadeira (2018) tem argumento de Tom King e desenhos de Mikel Janin, introduzindo a kryptonite platina.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

A Colecção Batman 80 Anos termina a 25 de Abril, com Antologia Batman: 80 Anos de Aventuras. Esta antologia foi criada em exclusivo para esta colecção onde teremos a origem do Batman pelos seus criadores originais, passando pela fase de Sheldon Moldoff nos anos 50, continuando com o regresso à dimensão mais sombria do Cavaleiro das Trevas nos anos 70, em histórias  ilustradas por Neal Adams e Jim  Aparo e terminando com duas histórias escritas por Tom King, o actual escritor da principal  revista do Cavaleiro das Trevas.
Nesta viagem no tempo, podemos ir até às origens do Batman, quando em 1940 Bob Kane e Bill Finger publicam no nº 1 na revista Batman. Nos anos 50 e 60 a história continua com intrigas mais próximas da ficção científica do que do policial e o alargar da Batfamília, aqui representada por Ace, o Batcão. A antologia continua com o regresso à dimensão mais sombria do Cavaleiro das Trevas nos anos 70, A Casa que Assombrou Batman, escrita por Len Wein, o criador do Monstro do Pântano, criando um clima sobrenatural para uma  intriga que tem uma explicação racional,  mas que assenta muito no realismo heróico de Neal Adams, aqui contando com o veterano Dick Giordano na arte-final.
Um dos melhores momentos da dupla Bob Haney-Jim Aparo acontece em O Cadáver Que se Recusava a Morrer, na revista  The Brave and the Bold, numa história em que um Batman em morte cerebral conta com a ajuda do Átomo para salvar uma mulher em perigo.
Ao longo dos anos outros nomes importantes da BD foram escrevendo e ilustrando histórias do Batman. Alguns Desses Dias, é uma belíssima história de amor, escrita por Tom King (autor de Xerife da Babilóniaeditado recentemente pela Levoire com a arte de Lee Weeks e Michael Lark. King conta a história de amor entre Batman e a Catwoman, desde o seu primeiro até ao último beijo.

Batman 80 Anos vol. 10 – Antologia Batman: 80 Anos de Aventuras
vários autores
Editora: Levoir
Páginas: 120, a cores
Encadernação: capa dura
Formato: 170 x 257 mm
PVP: 11,90€

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.