Jacques Ferrandez preenche com imagens o texto que Albert Camus deixou em aberto.

A Porto Editora continua a apostar na tradução de obras literárias famosas para banda desenhada. Deste modo, em Portugal é editada mais uma obra de Albert Camus transposta para a banda desenhada por Jacques Ferrandez. Da sua longa lista de trabalhos, Ferrandez já conta com 3 adaptações das obras de Camus, publicadas originalmente pela francesa Gallimard. Ao conto O Hóspede (L’Hôte, no original), transformado em BD em 2009, seguiu-se a BD O Estrangeiro em 2013 e O Primeiro Homem em 2017.

É esta terceira adaptação que a Porto Editora publica este mês no nosso país. Não deixa der ser curioso, Ferrandez ter escolhido para adaptar o romance inacabado de Camus, encontrado entre os destroços do acidente de viação que o vitimou em 1960, bem como ao condutor, Michell Gallimard, editor e sobrinho de Gaston Gallimard, o fundador da editora que edita Camus. A obra só viria a ser publicada pela primeira vez em 1994, pela sua filha Catherine.

Clique nas imagens da banda desenhada para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

Publicada pela primeira vez mais de trinta anos depois da morte de Albert Camus, O Primeiro Homem rapidamente se tornou um bestseller mundial, sendo considerada a mais autobiográfica obra do autor. A 24 de abril, a Porto Editora publicou a adaptação a banda desenhada deste romance marcante da literatura francesa pela mão de Jacques Ferrandez. Na sua origem fragmentado e inacabado, o manuscrito de Camus ganha uma nova leitura através das imagens de Ferrandez, que preenchem com delicadeza espaços que haviam ficado vazios.
No prefácio a esta edição, Alice Kaplan – professora doutorada em Literatura Francesa – defende que neste livro se sente o dom da improvisação, aliado à fidelidade ao romance: «Para Jacques Ferrandez, o grande desafio era transmitir o essencial da obra, preservando as suas zonas de mistério.» 
A adaptação gráfica do manuscrito inacabado de Camus conta a história de Jacques Cormery, um menino que teve uma vida semelhante à de Camus. Esta edição impressionante convoca o panorama, os sons e as texturas de uma infância circunscrita pela pobreza e pela morte de um pai, mas redimida pela beleza austera de Argel, pelo amor que Jacques tem à mãe e à avó, e por um professor que transformará a sua visão do mundo. 

Jacques Ferrandez

Nasceu em 1955 em Argel.

Depois de ter frequentado a Escola de Artes Decorativas de Nice, vira-se para a ilustração e banda desenhada. Em 1987 inicia Carnets d’Orient, um fresco sobre a história da presença francesa na Argélia, obra que acabará 20 anos mais tarde. Especialista incontestado na questão algeriana, adapta, em 2009, a novela O Hóspede, de Camus. Os seus livros são objeto de inúmeras exposições, nomeadamente em França e na Argélia. Em 2012, e para a obra Carnets d’Orient, recebeu o prémio especial do júri Historia 2012.

*

Albert Camus

Nasceu em Mondovi, na Argélia, a 7 de novembro de 1913.

Licenciado em Filosofia, participou na Resistência francesa durante a Segunda Guerra Mundial e foi então um dos fundadores do jornal de esquerda Combat. Em 1957 foi consagrado com o Prémio Nobel da Literatura pelo conjunto de uma obra que o afirmou como um dos grandes pensadores do século XX. Dos seus títulos ensaísticos destacam-se O Mito de Sísifo (1942) e O Homem Revoltado (1951); na ficção, são incontornáveis O Estrangeiro (1942), A Peste (1947) e A Queda (1956). A 4 de janeiro de 1960, Camus morreu num acidente de viação perto de Sens. Na sua mala levava inacabado o manuscrito de O Primeiro Homem, texto autobiográfico que viria a ser publicado em 1994. Em Portugal, a sua obra tem vindo a ser publicada pela Livros do Brasil (Grupo Porto Editora).

O Primeiro Homem (baseado na obra de Albert Camus)
Jacques Ferrandez
Editora: Porto Editora
Páginas: 184
Encadernação: capa dura
Dimensões: 21,5 x 28,4 cm
ISBN: 978-972-0-03170-9
PVP: 18,80€

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.