Juan Rulfo inspira narrativa gráfica.

A mais recente publicação da Quarto de Jade é uma coedição com a Mundo Fantasma e o Atelier 3|3. Esta obra de Diniz Conefrey conta com a colaboração de Maria João Worm no texto. Segundo a chancela Quarto de Jade, a obra é fruto não só da experiência pessoal mas também do universo literário de Juan Rulfo (1917-1986). Recorde-se que este autor mexicano abandonou a escrita de romances após a publicação das suas duas primeiras obras, A Planície em Chamas e Pedro Páramo. No entanto, as mesmas viriam a influenciar a literatura latino-americana da segunda metade do século XX, em especial os autores da escola do realismo mágico.

Clique nas imagens para a visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse:

Cardos Maduros expõe uma reflexão sem tempo. Uma viagem dentro de viagens, exposta em ilustrações. Momentos vividos entre a experiência pessoal e o universo literário de Juan Rulfo. Ecoando nessa multiplicidade, a constatação de vivências sobrepostas, atravessando a narrativa para se encontrarem numa elegia onde os afectos emergem entre a crueza de histórias perdidas.
A chancela Quarto de Jade tem uma nova publicação em co-edição com a Mundo Fantasma e o Atelier 3/3. Trata-se de uma brochura de 36 páginas, impressa em risografia no Porto, com encadernação manual, numa tiragem de 93 exemplares numerados. A capa é impressa a azul, a página de rosto a burgundy e o miolo a preto e branco com ilustrações de Diniz Conefrey e texto com a colaboração de Maria João Worm.

Cardos Maduros
Diniz Conefrey com a colaboração de Maria João Worm
Editora: Quarto de Jade / Mundo Fantasma / Atelier 3|3
Páginas: 36
Dimensões: 21,7 x 16,5 cm
PVP: 8,00€

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.