O penúltimo capítulo de Tony CHU, a série best-seller do New York Times sobre canalhas, cozinheiros, canibais e clarividentes!

Segundo a editora G. Floy já se encontra disponível nas bancas e livrarias, desde o final de Julho, o décimo primeiro volume da série Tony Chu, Detective Canibal, da autoria de John Layman e Rob Guillory. Subintitulado Últimas Ceias, este volume reúne os números #51-55 da série Chew, e o crossover Chew/Revival editados originalmente pela Image.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

O penúltimo volume da série começa a desvendar alguns dos segredos tremendos do universo de Tony Chu: O que foi na realidade a gripe das aves que matou milhões? Quem foi responsável por ela? E as misteriosas letras de fogo que surgiram no céu, o que têm que ver com isso tudo? Tony Chu, o agente federal cibopata capaz de obter impressões psíquicas daquilo que come, começa a aproximar-se das respostas e da revelação sobre a conspiração para impedir o mundo de saber a verdade sobre tudo isto. E a única coisa que se interpõe entre ele e a verdade é Mason Savoy, outro cibopata, o seu ex-colega e mentor e homicida impenitente.
Este é o penúltimo capítulo de Tony CHU, a série best-seller do New York Times sobre canalhas, cozinheiros, canibais e clarividentes! E em Outubro, os leitores poderão descobrir o volume doze, Maus Vinhos, a conclusão épica (e louca, e tramada!) desta saga!
Este volume da série inclui o crossover especial que Chew/CHU teve com a série Revival, também editada pela Image, com argumento de Tim Seeley e arte de Mike Norton. Revival trata de uma pequena vila no Wisconsin rural e distante em que os mortos regressaram à vida um dia. A vila encontra-se isolada do exterior pelas autoridades, e os habitantes têm de encontrar maneiras de conviver com os recém-ressuscitados amigos, parentes, vizinhos, e também com a hoste de fanáticos religiosos, jornalistas e média, e agentes secretos do governo que tentam manter, ou furar, a quarentena!

John Layman trabalha em comics há mais de duas décadas, inicialmente como editor na Wildstorm (hoje, um selo da DC Comics), e a partir de 2002 como escritor a tempo inteiro, não só para BD, mas também para videojogos. Ao longo dos anos, escreveu histórias para quase todas as personagens e editoras. Mas Chu (em inglês, Chew) tornou-se de longe na sua série mais popular, e já lhe valeu dois Prémios Eisner e dois Prémios Harvey. John Layman lançou duas novas séries na Image Comics, após o final de Chew, Leviathan e Outer Darkness.

Rob Guillory nasceu, foi criado e vive na Louisiana, e até ao momento em que foi escolhido por John Layman para artista de Chu era um relativo desconhecido. Depois de participar nalgumas antologias independentes, a sua inclusão na Popgun Anthology da Image valeu-lhe a atenção de Layman. Desde então, Guillory dedicou-se à sua série, tendo encerrado os doze volumes de Chu em finais de 2016. Este ano, Guillory acaba de lançar a sua nova série, desta vez a solo, Farmhand, também pela Image Comics, uma série de comédia negra sobre ciência enlouquecida e agricultura apocalíptica.

Tony Chu vol. 11: Últimas Ceias
John Layman & Rob Guillory
Editora: G. Floy
Páginas: 136, a cores
Encadernação: capa dura
Dimensões: 17 x 26 cm
ISBN: 978-83-65938-46-6
PVP: 13,00€

SOBRE O AUTOR |

Rodrigo Ramos
Rodrigo RamosAdministrador
É administrador do site. Licenciado em Informática, agrega no Bandas Desenhadas dois mundos que adora - a web e a banda desenhada.