O mais famoso conto de H.P. Lovecraft numa edição ilustrada.

A Saída de Emergência edita aquela que talvez seja a edição definitiva de um dos contos mais conhecidos de Howard Phillips Lovecraft, O Despertar de Cthulhu. Numa edição de alta qualidade em tudo equivalente a um artbook – impressão, papel, encadernação… – a mesma conta com as ilustrações de François Baranger, que nos dá a conhecer a sua visão do universo de Lovecraft.

Baranger interessou-se pelos contos de Lovecraft no final da década de 80 quando o jogo de RPG O Despertar de Cthulhu chegou a França. Fascinado pelo estilo do autor e as suas narrativas, o plano inicial deste ilustrador foi o de criar um bestiário do universo lovecraftiano. No entanto, essa ideia foi-se aos poucos transformando em algo mais ambicioso, o de ilustrar os próprios contos, numa visão menos RPG e mais cinematográfica.

Para tal, seguiu a metodologia que realiza para o cinema enquanto concept artist. Na fase de pré-produção, releu o conto como se fosse um guião e escolheu que partes seriam mais importante ilustrar. Destas, selecionou um menor número, de modo a tornar o projeto viável e exequível no tempo programado. Da mesma forma que um realizador, tentou representar visualmente o que estava na mente do autor, pelo que a sua versão é extremamente fiel ao conto. Após a escolha dos esboços a preto e branco que mais lhe agradaram, estudou qual a luz e cores adequadas a cada uma das ilustrações, as quais foram realizadas digitalmente. Algumas delas foram também pintadas manualmente, tendo em vista uma exposição do trabalho.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

Boston, 1926. Depois da morte, em circunstâncias estranhas, do seu tio-avô, Francis Thurston descobre nos documentos que herdou a existência de uma seita que venera uma criatura inominável, adormecida há milhões de anos.
Sacrifícios indescritíveis praticados nas docas do Luisiana, mortes misteriosas em vários locais do globo, artistas assolados pela demência depois de visões nocturnas terríficas e, sobretudo, uma cidade ciclópica que surge do oceano depois de uma tempestade… Pouco a pouco, Thurston descobre que as investigações do seu tio-avô relacionadas com o culto a Cthulhu são mais verdadeiras do que imaginava e que, nas sombras, os seguidores do deus pagão se preparam para o acordar, prontos para trazer a loucura e a destruição ao mundo.
Os astros estão alinhados? Estará o fim próximo?
Lovecraft escreveu nos anos 20 do século XX uma das mais famosas histórias da literatura fantástica americana. Cthulhu, o grande ancião que sonha e que espera nas profundezas do abismo do oceano negro, tornar-se-á por si próprio o símbolo de todo o universo criado pelo autor de Providence, e ganha vida nestas páginas ilustradas pelo reconhecido François Baranger.
Fascinado desde sempre por esta obra povoada por criaturas que espreitam dos recantos mais sombrios e por Anciães titânicos cujo único olhar é suficiente para nos fazer mergulhar na loucura, François Baranger, ilustrador reconhecido mundialmente pelos seus talentos de concept artist para cinema e videojogos, começou a trabalhar na tarefa «ciclópica» de reproduzir em imagem os principais contos de H. P. Lovecraft.

O Despertar de Cthulhu
H. P. Lovecraft & François Baranger
Editora: Saída de Emergência
Páginas: 72
Encadernação: capa dura com sobrecapa
Dimensões: 26,5 x 35 cm
ISBN: 9789897731723
PVP: 27,70€

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.