O primeiro volume da obra completa de Os Escorpiões do Deserto de Hugo Pratt.

A propósito das comemorações dos 50 anos da primeira publicação de Os Escorpiões do Deserto de Hugo Pratt, a Ala dos Livros inicia a publicação da série completa com o primeiro de um total de 3 tomos planeados. Neste primeiro volume, reúnem-se os primeiros dois episódios, Os Escorpiões do Deserto (que viria a batizar a série) e Piccolo Chalet. A editora optou pela edição da obra no preto e branco original, sendo ainda parte constituinte de cada álbum dossiers coloridos, onde constam diversas aguarelas do autor.

Ressalve-se que se trata da primeira vez que a série será editada de forma completa no nosso país, uma vez que alguns episódios da mesma permaneciam inéditos. Quanto aos dois episódios aqui compilados, o primeiro foi publicado originalmente na revista italiana Sgt. Kirk em 1969, enquanto que o segundo foi lançado originalmente na revista italiana linus em 1975.

A série Os Escorpiões do Deserto teve direito a 5 episódios da autoria de Hugo Pratt, editados entre 1969 e 1992, sendo prosseguida por mais 2 episódios de outros autores – por Pierre Wazem em 2005 e por Giuseppe Camuncoli e Matteo Casali em 2007.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

Deserto da Líbia, 1940. Segunda Guerra Mundial.
É neste cenário que decorre a história do Long Range Desert Group, uma unidade especial do exército britânico, conhecida como Os Escorpiões do Deserto, a qual congrega no seu seio elementos que, não sendo militares, foram recrutados pelo seu passado de marginais.
Apesar de apresentarem todos uma grande diversidade de comportamentos, os personagens criados por Pratt para estes episódios (Stella, um oficial do exército fascista italiano, Koinsky, um judeu polaco, Cush, o guerreiro etíope defensor da liberdade e consciente dos malefícios do colonialismo), revelam ter em comum o espírito de abnegação e de coragem, para além de uma assinalável força psicológica.
O primeiro episódio de Gli Scorpioni del Deserto, título que viria a estender-se a uma série, surgia no final de 1969, no número 28 da revista italiana Sgt. Kirk.
Contada ao ritmo de um diário de guerra, a aventura começa com o ataque a um camião postal e a infiltração de Kord – um oficial inglês – e de Hassan – um seu colega líbio – na cidade sagrada de Giarabub (ou Djaraboub), dominada pelo exército italiano. O segundo episódio viria a ser publicado no número 18 da revista linus, em 1975, com o título Piccolo Chalet Gaio come te…, e é neste episódio que “reaparece” Cush, o Beni Amer do grupo dos Bejas que havia sido companheiro de luta de Corto Maltese em 1918.
São estas duas estórias que estão incluídas no primeiro volume desta edição de “Os Escorpiões do Deserto – Obra completa” que agora apresentamos, a qual será composta, no que refere aos títulos de Hugo Pratt, por um total de 3 volumes, incluindo episódios inéditos em Portugal.
A série Os Escorpiões do Deserto é, porventura e no conjunto da obra de Pratt, aquela em que transparecem de forma mais directa imagens e situações que o marcaram (o pai de Pratt foi militar de carreira e a família encontrava-se, no início da II Guerra Mundial, na África Oriental Italiana) mas também, através dos seus personagens, o respeito pelas diferentes culturas que, desde cedo, lhe foi proporcionado conhecer.
A edição portuguesa da Ala dos Livros, comemorativa dos 50 anos da primeira publicação de Os Escorpiões do Deserto, é uma edição a preto e branco, que inclui também as extraordinárias aguarelas que ilustram quer a riqueza dos fardamentos militares, quer dos trajes dos povos daquela região do Corno de África.

Hugo Pratt (1927-1995) é unanimemente considerado um dos maiores desenhadores do mundo. As suas obras de banda desenhada, as suas obras gráficas e as suas aguarelas são expostas nos mais conceituados museus, do Grand Palais à Pinacothèque de Paris, passando pelo Vittoriano em Rome, o Ca’ Pesaro em Venise ou o Santa Maria della Scala, em Siena. Pratt definia as suas histórias utilizando o termo “literatura desenhada”. É citado por autores e artistas como Tim Burton, Frank Miller, Woody Allen, Umberto Eco ou Paolo Conte. Viveu em Itália, na Argentina, em Inglaterra, em França e na Suiça. Viajante incansável, atravessou praticamente todo o resto do mundo.

Os Escorpiões do Deserto: Obra completa – volume 1
Hugo Pratt
Páginas: 112, a preto e branco com aguarelas a cor no dosssier
Encadernação: capa dura
Dimensões: 235 x 310 cm
ISBN: 978-989-54171-6-2
PVP: 23,89 €

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.