O ano editorial de banda desenhada em Portugal em 2019.

Regressaremos ao tema, mas apresentamos hoje o somatório dos dados mensais publicados no nosso site relativos à banda desenhada editada em Portugal no ano de 2019. Ainda com carácter pré-definitivo, a estatística apresentada refere-se a novidades de banda desenhada, isto é publicações com BD em 50% ou mais das suas páginas. De qualquer modo, no final apresentam-se ainda alguns dados relativos às publicações sobre banda desenhada, editadas em 2019.

Para esta análise não são contempladas reimpressões. Também não fazem parte desta análise as revistas e livros importados em língua francesa e na norma brasileira da língua portuguesa, distribuídos nos pontos de venda de periódicos.

Total:
310 publicações de BD

Formato:
– Livros: 248
– Revistas: 10
– Jornais: 1
– Outros (brochuras, etc): 51
Os livros de banda desenhada correspondem a 80% do tipo de publicações de BD editada em Portugal em 2019.

Distribuição:
– Canal livreiro: 239 (alguns dos quais, só foram ainda distribuídos em bancas ou eventos) 
– Pontos de venda de periódicos, em exclusividade: 2
– Distribuição alternativa a livrarias e bancas, em exclusividade: 69
A maioria das publicações em banda desenhada editadas em 2019 foi distribuída no canal livreiro.
Concomitantemente, se a distribuição em pontos de venda de periódicos continua a ser um importante canal para algumas editoras, seja na forma de lançamento inicial seja (quase) concomitantemente com o mercado livreiro, a quase totalidade das publicações de BD distribuídas em 2019 nos pontos de venda de periódicos (com somente 2 publicações enquanto exceção) foram ou serão também disponibilizadas no canal livreiro.
Por outro lado, a distribuição alternativa a livrarias e quiosques revela que uma porção importante da BD editada em Portugal em 2019 – cerca de um quinto (22%) das publicações identificadas – não teve distribuição para o grande público.

Países de origem:
– Alemanha: 2
– Argentina: 1
– Bélgica: 21
– Brasil: 9
– China: 1
– Espanha: 9
– EUA: 90
– França: 31
– Guiné Equatorial: 1
– Índia: 1
– Itália: 11 
– Japão: 22
– Portugal: 105
– Reino Unido: 3
– Suíça: 3 
Registe-se que, apesar do material nacional corresponder ao 1.º lugar de publicações por país (105 publicações), somente 38 (ou seja, 36%) das publicações de material nacional identificadas teve distribuição para o grande público.
Se a banda desenhada disneyana – seja a nível de páginas, publicações ou histórias – garantia, em tempos, à Itália um lugar privilegiado (frequentemente, em 1.º lugar), com a sua ausência, a banda desenhada norte-americana alcança o segundo lugar com 90 lançamentos.
Registe-se ainda um aparente regresso da atenção das editoras à banda desenhada europeia francófona. Em conjunto, as obras provenientes das editoras francesas, belgas e suíças alcançam um total de 55 obras.
Por fim, o manga, com direito a 22 lançamentos em 2019, quase atingiu a média de 2 edições por mês.

Originalidade:
– Inéditos mundiais: 96
– Inéditos em Portugal: 165
– Reedições: 49
A reedição de banda desenhada previamente publicada no nosso país corresponde a 16% da BD editada em 2019.

Publicações por editora: 
– Acidental Praia Edições: 1  
– Ala dos Livros: 6
– Âncora: 1
– Ao Norte: 2
– Apocryphus: 1
– Arcádia: 2
– Ar.Co: ½ 
– Arte de Autor: 13 
– Asa: 24
– Ave Rara: 1
– A Batalha: ½
– Bedeteca de Beja: 2
– Bertrand: 1
– BiaKosta: 1
– Bizâncio: 2 
– Blue Ocean Entertainment Portugal: 1
– Book Cover: 1
– Câmara Municipal de Viseu: ½
– Chili Com Carne: 8 
– Ciência Viva: ½ 
– Cogita: 1
– ComicHeart: 2 ⅓ 
– Daniela Viçoso: 1
– Devir: 23
– Ditirambos: 1
– Documenta: 2 
– Dom Quixote: 2
– Douda Correria: 1
– Erva Daninha: 4
– Escola Artística António Arroio: 1 
– Escorpião Azul: 12
– Fanzines, Incorporated: 1 
– G. Floy: 38 ⅓ 
– Gailivro: 1 
– Gicav: ½
– Gorila Sentado: 6
– Gradiva: 12
– H-alt: 2
– In: 1
– Insónia: 1
– JBC Portugal: 1
– Kingpin: ⅓ 
– Kunsthalle Lissabon: 1
– Imprensa da Universidade de Coimbra: ½ 
– Joana Afonso: 1 
– Legendary: 1
– Levoir: 38
– Libri Impressi: 2
– Manufactura: 1
– Marcador: 1
– Mário José Teixeira: 1
– Mudnag: 1
– Museu Bordalo Pinheiro: ½ 
– Nuvem de Letras: 3 
– Oficina do Livro: 1
– Panóplia d’Encantos: 1
– PASS: 1
– Pato Lógico: 2 
– Planeta: 7 
– Planeta Satélite: 2  
– Polvo: 11
– Porto Editora: 2 
– Presença: 1
– Quarto de Jade: 2
– Relógio d’ Àgua: 1
– Rita Mota: 1
– Rodolfo Mariano: 2
– Saída de Emergência: 2
– A Seita: 4
– Serafim & Malacuéco: 14
– TailorMade: 1
– Tágide: 2 
– Tentáculo: ½ 
– Tertúlia BD de Lisboa: 1
– Tigre de Papel: 2
– Turbina: 1
– Umbra: 2
– Véte: 2  
– VMComics: 1 
– Zé Burnay: 1
– Zone Komics: 8
Após a Levoir se ter tornado o líder no segmento do mercado entre julho e novembro de 2019, foi destronada pela G. Floy no último mês do ano, tendo esta chancela portuguesa da editora polaca Mucha Comics realizado 38 ⅓ edições (que correspondem a 40 livros de BD). Segue-se a Levoir com 38 livros, a Asa com 24 edições, a Devir com 23 publicações, a Arte de Autor com 13 lançamentos, a Escorpião Azul e a Gradiva, ambas com 12 edições cada, e a Polvo com 11 lançamentos. Registem-se também os 14 fanzines da Serafim & Malacuéco, Inc. na distribuição alternativa à comercial.

Edições sobre BD:
– Câmaras Municipais: 2
– Editoras especializadas em BD: 3
– Organizações especializadas em BD: 10
Do total de 15 publicações sobre BD, somente 2 (13%) tiveram distribuição para o grande público.

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.