O terceiro e último volume de Comanche desenhado por Hermann.

A Ala dos Livros termina a publicação da série Comanche – Obras Completas de Greg e de Hermann com o seu terceiro volume. A preto e branco e com generosas dimensões, para além dos tomos 9 e 10 da série original, E o Diabo Gritou de Alegria e O Corpo de Algernon Brown, este volume inclui ainda as 5 bandas desenhadas curtas publicadas inicialmente em diferentes hors-série do Journal de Tintin (Tintin sélection n.° 15 e 16, Tintin spécial n.° 5 e 17), entre 1972 e 1982 e reunidas em álbum em 1998 sob o título Le Prisonnier.

Destas 5 bandas desenhadas curtas, três delas – O Prisioneiro; Lembra-te, Kentucky…; e O Palomino – já tinham sido editas em Portugal em diferentes revistas. As restantes duas – Falta de Respeito e Casamento Cor-de-Rosa -, com direito a 1 página cada, datam originalmente de 1982 e encontravam-se inéditas no nosso país.

Com este terceiro volume, a Ala dos Livros encerra esta série, originalmente editada em 2 tomos pela belga Niffle (de Frédéric Niffle) na sua coleção “La Grande Bibliothèque”. Nesta coleção belga, têm sido também editadas a preto e branco séries como Blake e MortimerJeremiahJoão e Pirolito e Thorgal.

Relembre-se que, para além dos 10 volumes da série desenhados por Hermann, foram editados ainda mais 5, entre 1990 e 2002, com desenhos de Michel Rouge (com o final do argumento do último volume a ser da autoria de Rodolphe).

Sobre a possibilidade da Ala dos Livros vir a editar em Portugal os álbuns desenhados por Rouge, Ricardo Magalhães Pereira relembra que “está finalizada a série Comanche de Greg e Hermann, tal como nos propúnhamos há um ano. Em relação à continuação da série, desenhada pelo Rouge, e face ao número de títulos que temos já no nosso programa editorial, não será para 2020. Ainda é cedo para falarmos de 2021, mas podemos adiantar que a proposta para uma edição portuguesa – e com características únicas – já foi feita. Entretanto, aconselhamos os leitores a desfrutar da leitura deste primeiro “ciclo”, tanto mais que as nossas edições têm algumas «pérolas».

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

Constituído por dois episódios longos e cinco histórias curtas, este é o terceiro e último volume da série Comanche – Obras Completas de Greg e de Hermann. Fica assim concluída, um ano após termos iniciado a sua publicação e no ano em que se assinalam os 50 anos da primeira edição de Comanche em Portugal, a publicação dos 10 episódios e das 5 histórias curtas com assinatura de Greg e de Hermann.
Para além dos dois episódios “longos”, este álbum contem ainda as 5 histórias curtas que nos finais dos anos 90 foram reunidas num álbum com o título “Le Prisonnier”, e duas histórias de uma prancha, inéditas em Portugal.
As aventuras de Comanche escritas por Greg e desenhadas por Hermann conheceram, depois de inicialmente publicadas na revista “Tintin”, várias edições em álbum, a primeira das quais ocorreu entre 1972 e 1983. No entanto, depois de ter desenhado 10 episódios longos, Hermann decide abandonar Comanche para se dedicar a séries pessoais como Jeremiah (1979) – com um estilo gráfico mais “limpo” e cujas influências já se fazem notar em algumas das pranchas dos últimos álbuns de Comanche – ou “As Torres de Bois-Maury” (1984). Depois de alguns anos sem ter conhecido novos episódios, o desenho de Comanche seria retomado em 1989 por Michel Rouge, mantendo-se o argumento de Greg.

E o diabo gritou de alegria
Depois de ter estado vários meses afastado de Greenstone Falls, Red Dust regressa ao povoado e conhece um vendedor de seguros com o qual, desde o primeiro instante, não simpatiza. Entretanto, os ranchos das redondezas começam sucessivamente a ser incendiados e o próprio “666” não é poupado! Nos escombros ainda fumegantes, o agente de seguros Vega descobre uma flecha incendiária e não tem dúvidas: os culpados, são os índios. Mas Red Dust afirma o contrário, acabando por admitir que tem ainda algumas coisas a aprender…

O corpo de Algernon Brown 
Após vários dias de chuvas torrenciais, Red Dust, na companhia do velho Ten e de Comanche, inspecciona a região. À beira de um terreno pantanoso, nos limites das terras do “666”, descobre um cadáver: o corpo de Algernon Brown! Não parecendo ter sido o dinheiro o móbil deste crime, Dust inicia uma investigação que nos conduzirá a uma trama de vinganças.

O Prisioneiro
Nesta história ficamos a saber como é que Red Dust surge no primeiro álbum da série, sem cavalo, na berma de uma estrada a mandar parar a diligência que o conduzirá a Greenstone Falls.

Lembra-te, Kentucky…
Ainda relacionada com o primeiro livro da série, esta história explica-nos a relação entre o protagonista e o pistoleiro que encontramos também no tomo inaugural da série.

O Palomino
Relata-nos a forma como Ten Gallons capturou o cavalo preferido de Red Dust.

Falta de Respeito
e
Casamento Cor-de-Rosa
Tratam-se de duas histórias de uma prancha cada, funcionando cada uma como um “gag”.

Greg (1931 – 1999)
Nascido na Bélgica em 1931, Greg assina as suas primeiras pranchas de banda desenhada aos 16 anos, dando início a uma das carreiras mais prolíficas da profissão. No início dos anos 50 conhece Franquin, para quem escreve alguns gags. Rapidamente, e via a agência International Press, produzirá um número impressionante de pranchas para todos os gostos e em todos os estilos.
Enquanto argumentista, capaz de abordar temas que vão do humor ao western, passando pela espionagem, trabalha com vários desenhadores continuando, simultaneamente, a desenhar. E foi como autor completo que, em 1963, criou o seu personagem mais célebre, Achille Talon, pequeno burguês que surge pela primeira vez nas páginas da revista Pilote.
Dois anos mais tarde, em 1965, enceta uma nova aventura ao tornar-se Chefe de Redacção do Journal Tintin. Dedica-se durante 9 anos a modernizar as publicações da editora Lombard, escrevendo séries e rubricas e revelando inúmeros jovens artistas que reúne no célebre Studio Greg. Verdadeiro descobridor de talentos, dará a conhecer autores como Hermann, Dany, Dupa e muitos outros.
Em 1974, deixa a redacção do Journal Tintin e a Bélgica para rumar a Paris e tentar a aventura editorial na Dargaud. Essa aventura leva-lo-á até aos Estados Unidos, país que o fascina desde a infância. Regressa a França em meados anos 80, sem nunca ter deixado de escrever histórias humanistas. Greg dedicou-se à 9.ª Arte até ao final da sua carreira.

Hermann (n. 1938)
Hermann nasce em 1938, na Bélgica. Sai de uma infância passada no meio da Guerra e da Ocupação com uma forte vontade de aprender um ofício e uma confiança bastante relativa no Homem. Depois de uma estada no Canadá, regressa ao seu país natal e casa-se. Por um acaso da vida, é o seu cunhado, Philippe Vandooven, quem o lançará na banda desenhada ao encomendar-lhe uma história para a revista de escuteiros do qual é responsável. Depois da publicação desta Histoire en Able, Greg telefona ao jovem desenhador. O autor de Achille Talon fica imediatamente impressionado com o vento de renovação que Hermann aporta ao desenho realista, e com ele enceta Bernard Prince. Seguem-se as aventuras de Comanche, após as quais a notoriedade de Hermann é tal que pode serenamente pensar em lançar-se a solo. Daí resultará Jeremiah, para começar, e uma pletora de one-shots, ao longo dos quais nos faz partilhar o seu gosto pela aguarela, mas sobretudo uma certa misantropia. Hermann nunca o escondeu: desconfia do Homem e não gosta dele. E toda a sua obra tem por ambição mergulhar-nos na nossa própria perversidade. E é raro, e precioso, que tal fealdade case na perfeição com a beleza do desenho!
Hermann recebeu, em 2016, o Grande Prémio de Angoulême pelo conjunto da sua obra.

Comanche – Obras Completas de Greg e de Hermann vol. 3
Greg & Hermann
Editora: Ala dos Livros
Páginas: 160, preto e branco
Encadernação: capa dura
Dimensões: 235 x 310 mm
ISBN: 978-989-54171-9-3
PVP: 32,90€

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.