Os dois últimos números do volume 2 de Aurora Boreal.

Após termos divulgado o lançamento dos #1 e #2 de Aurora Boreal e o Eterno Paradoxo no primeiro semestre do ano passado, apresentamos os restantes dois números do volume 2 da série ilustrada Aurora Boreal de João de Matos-Cruz, publicados em setembro e outubro do ano passado.

Relembre-se que, após a edição da primeira jornada, O Princípio Infinito, entre 2017 e 2018, o mundo fantástico que o escritor José de Matos-Cruz criou para a trilogia Infante Portugal (2007-2012) e é partilhado pela enigmática Aurora Boreal, nascida de um encontro entre as polaridades opostas da exilada super-heroína soviética Oktobraia e a entidade cósmica Malsão, tem aqui um novo capítulo enquanto a heroína titular continua a romper os limites da sua infância e se aventura noutros recantos da realidade e por dimensões diversas. Tendo sido a protagonista, originalmente visualizada pela autora Susana Resende, tem vindo a ser reinterpretada por outros artistas, desta feita por Maria João Worm, José Ruy, João Amaral e Dário Vidal.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

Em Abril de 2019, a editora Apenas Livros retomou a saga de Aurora Boreal, por José de Matos-Cruz, com o lançamento do segundo ciclo O Eterno Paradoxo, que conta com o contributo gráfico dos artistas Dário Vidal, João Amaral, José Ruy e Maria João Worm.
Na sequência da primeira jornada (O Princípio Infinito, entre 2017 e 2018), o mundo fantástico do escritor José de Matos-Cruz – concebido para a trilogia O Infante Portugal (2007-2012), e relançado com a enigmática Aurora Boreal (originalmente visualizada por Susana Resende) – suscita agora um segmento intermédio mas decisivo, com dois novos livros-de-cordel, enquanto a heroína titular continua a romper os limites da infância e se aventura noutras realidade e por dimensões alternativas.
Publicados, respectivamente, em Setembro e Outubro de 2019, tendo estado ambas as edições pré-disponíveis na 6.º Comic Con Portugal, este ciclo precede O Círculo Imperfeito, em 2020, que concluirá esta saga.

Aurora Boreal e O Eterno Paradoxo – Terceiro Universo: As Virtudes Constantes tem reinterpretação pelos mestres ilustradores Maria João Worm (também autora da imagem da capa), José Ruy, João Amaral e Dário Vidal.
As Virtudes Constantes: Habitavam a sua própria ocultação. Tímidas. Temidas. Ou inquietas, inocentes. Inconscientes do alvoroço em que bruxuleava o bojo de tantas aparências rígidas e fortuitas. Eram, apenas… E o que ali havia. Pedras, silêncios rasgando a penumbra das solidões…

Aurora Boreal e O Eterno Paradoxo – Quarto Universo: O Dogma Incandescente tem reinterpretação pelos mestres ilustradores João Amaral (também autor da imagem da capa), Maria João Worm, José Ruy e Dário Vidal.
O Dogma Incandescente: Desafiando a noite eterna… Um prodígio inebriante de volteios e cintilações. Pareciam pairar – quais requebros de cristal, ou lágrimas de filigrana, em bizarro ritual que sustivesse a vertigem vacilante entre o feérico firmamento e o emaranhado profundo.Pontes alares, pilares infindos…

Aurora Boreal e O Eterno Paradoxo
Terceiro Universo: As Virtudes Constantes | Quarto Universo: O Dogma Incandescente
Editora: Apenas Livros
Texto: José de Matos-Cruz
Ilustração: Dário Vidal, João Amaral, José Ruy e Maria João Worm
Páginas: 36 (cada)
PVP: 3,90€ (cada)

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.