Que comics são atualmente publicados pela Devir?

Atualmente, a Devir Portugal é principalmente conhecida pela a sua atividade editorial na área da manga. É a editora nacional de referência no que toca à banda desenhada oriunda do Japão, graças à publicação de diversas séries originalmente publicadas pela Shueisha, com vários lançamentos mensais e contando já com a edição completa de algumas séries completas no seu catálogo e sem que tenha havido lugar a cancelamentos de nenhuma manga.

No entanto, além da manga, a editora tem duas outras importantes vertentes, que designa pela edição de comics e de graphic novels. Aliás, para os familiarizados com o surgimento da editora em 1999, a banda desenhada made in USA foi precisamente o seu núcleo duro durante a primeira fase da editora, apesar de ter vindo a explorar BD de outras latitudes, como a BD portuguesa, franco-belga e japonesa, com resultados díspares.

No entanto, numa altura em que as mangas são o que consta na memória coletiva da maioria dos leitores atuais quando se evoca o nome da Devir, abordemos as séries norte-americanas atualmente em catálogo, utilizando por base o site da editora e declarações de Ana Lopes, managing editor da Devir, ao nosso site.

Nos últimos anos, a editora concluiu algumas das suas séries. O 7.º e último volume de Sin City de Frank Miller foi editado em 2012. Por seu turno, a série de banda desenhada Parker, baseada na obra de Richard Stark e adaptada por Darwyn Cooke, foi integralmente publicada na sua chancela Biblioteca de Alice entre 2015 e 2017. Sobre a receção e vendas de Parker, revela-nos Ana Lopes que foram “razoáveis. Apesar do tema policial (mainstream), da qualidade das histórias, dos autores e da ilustração, é uma série de nicho, particular, a que nem todos os leitores aderem.”

Dado várias séries do atual catálogo da editora terem sido canceladas devido às fracas vendas, como é oficialmente anunciado neste artigo, optou-se por separar as séries de BD norte-americana que estão a ser publicadas daquelas que foram interrompidas, estando em cada secção as mesmas devidamente ordenadas alfabeticamente.

Séries em publicação

Lazarus

Uma das séries cuja continuidade estava prevista para o primeiro semestre deste ano era Lazarus de Greg Rucka e Michael Lark, originalmente editado pela Image, com a publicação do terceiro volume pela Devir. Apesar da pandemia de COVID-19, a editora planeia editar o volume ainda este ano. Sobre a receção e vendas da série, “ainda é muito cedo para tirar ilações, apenas com o volume 2 editado“, diz Ana Lopes. “Temos que esperar um pouco para a série ganhar lastro.

Paper Girls

Apesar de anunciado pela editora como uma das séries que prosseguiria com a edição do quarto volume no primeiro semestre de 2020, a pandemia de COVID-19 originou a um reajuste de todo o plano editorial da editora. No entanto, Paper Girls vol. 4 de Brian K. Vaughan e Cliff Chiang, originalmente editada pela Image, é uma obra cuja edição continua prevista para ser editada este ano no nosso país. Quanto à receção da série até ao momento, há “boas críticas por parte dos leitores“, informa Ana Lopes. Quanto às vendas, classifica de “razoáveis. É um autor que continuamos a editar no Brasil e estrategicamente é interessante manter em Portugal.

The Umbrella Academy

A série The Umbrella Academy de Gerard Way e Gabriel Bá, originalmente editada pela Dark Horse, era outra das apostas da Devir anunciadas para o primeiro semestre, com a edição do volume 3, Hotel Oblivion. Apesar da pandemia de COVID-19, os planos para editar a obra este ano mantêm-se. “Esta foi uma aposta da Devir, antes da Netflix, o que impulsionou um pouco as vendas“, relembra Ana Lopes. “A aceitação tem sido boa e há alguma expectativa quanto ao 3.º volume da coleção.

Séries em publicação mas com cancelamento anunciado

Obras de Raina Telgemeier

Os livros de BD de Raina Telgemeier mantêm os mesmos personagens e evoluem cronologicamente, pelo que, apesar de inominada, pode-se considerar o conjunto dos seus livros como se de uma série se tratasse. Tendo inicialmente sido prevista a edição de 4 obras, das quais foram 2 editadas, Ana Lopes já tinha revelado ao nosso site em janeiro que o terceiro volume, Drama, iria ser publicado no primeiro semestre, mantendo-se atualmente os seus planos para o publicar em 2020. “Esta é uma coleção de que gostamos muito e que pretendia ser uma alternativa de leitura para o público infanto-juvenil, que tem poucas opções na área da banda desenhada. Não correu de acordo com as expectativas e este livro encerra, por agora, a nossa coleção da Raina Telgemeier.” Deste modo, a menos que as vendas se modifiquem, o anunciado Fantasmas ou o mais recente Guts, permanecerão inéditos em Portugal.

Séries canceladas

Adventure Time: Hora de Aventuras

Publicada nos EUA pelos Boom!Studios, a BD baseada na série de animação Adventure Time / Hora de Aventuras é escrita por Ryan North, contando com diversos ilustradores. Após a edição do 4.º volume em 2017, a Devir cancelou a série. “Não vamos continuar a coleção“, informa Ana Lopes. “O fenómeno Adventure Time e Gumball em Portugal não tem a projeção de Espanha e todos os contactos com os detentores dos direitos são muito complicados.

The Amazing World of Gumball: O Incrível Mundo de Gumball

Pelas razões expostas por Ana Lopes a propósito de Adventure Time, também a série de BD dedicada a Gumball, escrita por Frank Gibson e ilustrada por Tyson Hesse, editada originalmente pela Boom! Studios, foi cancelada após a publicação do 2.º volume em 2017.

Criminosos do Sexo

Criminosos do Sexo de Matt Fraction e Chip Zdarsky, originalmente publicada pela Image, foi uma série publicada pela Devir, iniciada em 2016. Foram publicados 2 volumes em Portugal, estando o lançamento do sexto e último volume nos EUA prevista para setembro de 2020. “Foi uma aposta da Devir, que continua no Brasil, justificada pelos resultados do livro nos EUA, mas aqui em Portugal a aceitação foi muito baixa“, refere Ana Lopes, confirmando o cancelamento da mesma. No nosso país “não vende“. Registe-se que a série não foi além do 3.º volume no Brasil, publicado em 2017.

bandasdesenhadas
Cyanide & Happiness

Esta série nasceu sob o formato de webcomic, sendo criada por Rob DenBleyker, Kris Wilson, Dave McElfatrick e Matt Melvin. Esta tira alcançou um enorme êxito nas redes sociais. Dos diversos volumes publicados nos EUA, a Devir editou em 2016 o quarto volume no nosso país, intitulado Zoo de Porrada. A obra teve direito a uma “má receção” crítica e “más vendas“, diz Ana Lopes, que, contudo, salienta que “a edição de um volume não pressupunha que quiséssemos fazer os outros.” 

Liga dos Cavalheiros Extraordinários

Com os primeiros volumes editados pela Devir em 2002 e 2003, o vol. III da Liga dos Cavalheiros Extraordinários de Alan Moore e Kevin O’Neill, subintitulado Século e publicado pela Top Shelf nos EUA, conheceu edição pela Devir em 2016. Para além destes volumes, nos EUA foram publicados Black Dossier (originalmente editado nos EUA pela DC Comics antes do vol. III: Século), Nemo Trilogy (Heart of Ice + The Roses of Berlin + River of Ghosts) e vol. IV: Tempest. “Não há planos para a edição de nenhum destes títulos em Portugal“, refere Ana Lopes, “embora o continuemos a fazer no Brasil.” 

Lumberjanes

A série Lumberjanes, editada originalmente pela Boom! Studios, só teve direito à edição nacional do primeiro volume em 2016. Cuidado com o Sagrado Gatinho é da autoria de Noelle Stevenson, Grace Ellis, Shannon Waters e Brooke Allen. “Não continuaremos a coleção“, revela Ana Lopes. “A história é muito boa, mas não teve grande aceitação por parte do público português, por isso descontinuámos.

Mutts

Como disse Charles Schulz, o criador de PeanutsMutts de Patrick McDonnell é “uma das melhores tiras cómicas de todos os tempos”. No entanto, no nosso país, o facto de não ter sido editada por nenhuma das prolíficas editoras que popularizaram o formato na década de 90 no nosso país (à aposta ganha da Gradiva, juntou-se a Bizâncio e outras editoras), trouxe diversos dissabores aos seus leitores. Inicialmente, publicada pela Baleiazul em 1999 e 2001, com o seu desaparecimento passou a ser publicada pela Devir, que não conseguiu editar a mesma regularmente nem com a cadência necessária, à medida que a popularidade do formato foi diminuindo. Em 2012, publicou finalmente o 5.º volume, Os Nossos Mutts, editado nos EUA 12 anos antes. Ana Lopes confirmou que os planos para a continuação da série se encontram cancelados.

The Walking Dead
The Walking Dead

The Walking Dead de Robert Kirkman e Charlie Adlard, originalmente editado pela Image, foi uma série publicada pela Devir em TPB até ao seu 14.º volume em agosto de 2016, o que corresponde à publicação nacional das revistas norte-americanas n.º 1 a 84. A editora viria ainda a publicar um omnibus com a compilação dos primeiros quatro TPB em dezembro desse ano. Como declarou Ana Lopes em janeiro ao site Bandas Desenhadas, “as negociações com o licenciador oficial são muito difíceis e as vendas da série não a sustentam nem pagam sequer o investimento. Por outro lado, a banda desenhada afastou-se de tal forma da série de televisão (ou vice-versa) que faria sentido apenas para os amantes da BD, que são muito poucos. São as vicissitudes do mercado português“. Se é verdade que a série original completa tem direito a 32 volumes, a edição nacional de 14 volumes é, obviamente, de louvar.

Concluindo…

O número de séries norte-americanas de banda desenhada em publicação na Devir é realmente diminuto quando comparado com as 9 séries de manga em publicação – Assassination ClassroomBlue ExorcistKenshin o Samurai ErranteMy Hero AcademiaNaruto, One-Punch ManPlantinum EndThe Promised Neverland e Tokyo Ghoul: re. O facto de todos os meses serem publicadas pela Devir bandas desenhadas oriundas do Japão e tal não suceder com a BD norte-americana, contribui também para criar a perceção de que a Devir é fundamentalmente uma editora de manga. Para tal, contribuiu também ser raro o lançamento de livros de BD que não pertencem a nenhuma série – que designa por graphic novels. Por um lado, a menor frequência destes dilui a sua presença no fluxo de lançamentos mensais e, por outro, alguns são inclusivamente de BD oriunda do Japão.

Independentemente de tal, se não em quantidade, essas outras apostas mostram claramente que o catálogo atual da editora não se resume ao manga, estando, por exemplo, anunciada a edição da obra Crónicas da Birmânia de Guy Delisle para este ano.

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.