BD² – Base de Dados de Banda Desenhada

Editorial Salvat

Atividade: 1869 – presente
Sede: Barcelona, Espanha
Filial portuguesa: Salvat Editores Portugal (Lisboa)
Grupo editorial: Hachette Livre (Vanves, França)

A empresa Espasa Hermanos y Salvat, precursora das editoras Espasa e Salvat, foi fundada em 1869 por Manuel Salvat y Xivixell (1842-1901) e os irmãos Pau (1835-1927) e José Espasa Anguera (1840-1911). Em 1877, Pau retira-se da empresa e em 1881 o seu irmão constitui a Espasa y Compañía. Em 1897, com o seu filho Pau Salvat i Espasa (1872-1923), Manuel Salvat y Xivixell cria a Salvat e Hijo. Nas suas origens, publicou Hojas selectas (na qual colaboraram escritores de Espanha e América durante 20 anos) e vários dicionários, enciclopédias ou livros de história de arte. A empresa criou com Gustavo Gili (1868-1945) uma distribuidora em em Buenos Aires, Argentina, onde abriu a sua primeira sucursal.

Com o falecimento de Pau Salvat em 1923, sucederam-lhe os irmãos Ferran e Santiago Salvat Espasa (1891-1971), tendo nesse ano sido criada a Salvat Editores, S.A. Nas décadas de 20 e 30 do século passado, os irmãos modernizaram a empresa, quer no que toca à impressão quer à distribuição, convertendo-a num dos líderes do sector em Espanha. Nessa época, publicaram, entre outros, livros de medicina, história, agricultura e geografia. Em 1932, separou-se a edição da impressão com a criação da empresa Imprenta Hispano-Americana, S.A.

A editora só recuperou da Guerra Civil Espanhola (1936-1939) e do pós-guerra em meados da década de 50, quando intensificou a sua presença na América Latina, com filiais no México, Venezuela, Brasil e Colômbia. Nessa década, continuou a apostar em obras enciclopédicos e tratados sociológicos, entre outros.

Foi em 1965 que a Salvat publicou a Enciclopedia Monitor, a primeira enciclopédia, que se pretendia ser moderna na altura, com fascículos à venda em pontos de venda de periódicos. Em 1969, aquando do centenário da empresa, foi publicada a primeira edição do Diccionario Enciclopédico Salvat Universal. Foi também nos finais da década de 60 que encerrou a gráfica em Barcelona, que se transferiu para San Baudilio de LLobregat e abriu a Gráficas Estella em Navarra. Seguiu-se a edição de outras obras de teor enciclopédico, bem como a Biblioteca Básica de Clásicos Universales em conjunto com a Rádio Televisão Espanhola (RTE).

Em 1988, a Salvat foi adquirida pela multinacional francesa Hachette, passando a integrar o grupo Hachette Livre.

Em Portugal, onde também tem uma filial, a Salvat dedica-se a publicações distribuídas nos pontos de venda de periódicos, dedicados aos segmentos infantil, colecionismo masculino e feminino, colecionáveis de figuras, modelismo, cursos de trabalhos manuais ou banda desenhada.

No que toca aos livros de banda desenhada, desde março de 2019 houve um desinvestimento na tradução dos mesmos para a norma europeia da língua portuguesa, tendo passado a comercializar em Portugal coleções produzidas pela Editora Salvat do Brasil Lda., em norma brasileira. Essas séries na norma brasileira não constam desta entrada na nossa base de dados.

Séries publicadas em Portugal

O Bandas Desenhadas está atualmente a elaborar a base de dados referentes ao ano corrente. Está interessado em colaborar com a BD² quanto aos anos anteriores? Envie-nos os dados e dar-lhe-emos crédito pela sua colaboração.

Início | Autores | Editoras Nacionais | Editoras Originais | Séries de BD

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.