O sexto e último volume de Descender, de Jeff Lemire e Dustin Nguyen.

Esta semana, foi distribuído nos pontos de venda de periódicos o sexto e último volume da série de banda desenhada Descender, a qual se encontra nomeada na categoria de Melhor Série nos Prémios Bandas Desenhadas 2020. Com argumento do canadiano Jeff Lemire, a série conta com as ilustrações de Dustin Nguyen. Reúne as revistas #27-32, originalmente publicadas nos EUA entre fevereiro e julho de 2018, conhecendo a compilação em livro edição em setembro desse ano no mercado norte-americano.

No espaço de 2 anos, Lemire foi galardoado com 2 prémios Eisner para novas séries – em 2017 com Black Hammer e em 2019 com Gideon Falls. No entanto, o início do seu trabalho no início da década passada foi também imediatamente recompensado com prémios de âmbito mais independente. O seu livro Lost Dogs, publicado pela sua chancela Ashtray Press em 2005, recebeu o Prémio Xeric. Seguiu-se o seu trabalho para a Top Shelf, onde foi publicada a multigalardoada série Essex County, que lhe valeu os prémios Alex, Dough Wright e Joe Shuster, bem como a Escolha do Público dos Romances Canadianos Essenciais da Década. O livro The Underwater Welder (Top Shelf) e a série Sweet Tooth (DC Vertigo) foram ainda os responsáveis pelo seu segundo Prémio Joe Shuster. Porém, o seu restante trabalho na DC (e a chancela Vertigo), onde teve um período de exclusividade, na Marvel e na Vaillant, mantiveram Lemire afastado de prémios, sejam os mais mainstream ou os mais independentes. O reconhecimento somente chegou novamente com a série Black Hammer (Dark Horse) e posteriormente Gideon Falls (Image). Em Portugal, além de Descender (Image), está também a ser publicada Gideon Falls pela própria G. Floy, a qual também editou Roughneck (Gallery 13) e anunciou lançar ainda este mês Berserker Unbound (Dark Horse). Paralelamente, a Levoir publicou também os dois primeiros volumes de Black Hammer pela Levoir. A Goody tinha também publicado algum do seu trabalho para a Marvel, como Thanos e Old Man Logan (incluindo os números desenhados pelo português Filipe Andrade).

Quanto a Nguyen, ele é o motivo porque a série Descender foi galardoada com 2 Prémios Eisner na categoria de melhor arte, nomeadamente em 2015 (ano do início da publicação da série) e 2019 (ano seguinte ao término da mesma), tendo também tido direito a uma nomeação nos Prémios Bandas Desenhadas 2019.

Registe-se que, nos EUA, após o término de Descender em julho de 2018, foi anunciado o lançamento da série Ascender, dos mesmos autores, cujo primeiro número foi publicado no dia 24 de abril de 2019. Tal como Descender, esta nova série tem periodicidade mensal. Ascender prossegue a odisseia transcendental de Descender, tendo lugar uma década após o desfecho de Descender e tendo como protagonista uma rapariga chamada Mila, deixando o género principal deste épico de ser a ficção científica para se focar na fantasia.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

O volume final e climático da grande saga de ficção científica de Jeff Lemire e Dustin Nguyen, vencedora de dois prémios Eisner para Melhor Arte!
Todos os grupos e facções diferentes que perseguem TIM-21 convergiram finalmente para o mundo oceânico de Mata, no preciso momento em que os robôs lançaram a sua revolução pela galáxia toda. Mas nada poderá preparar o jovem andróide Tim – nem os leitores! – para o que se vai passar a seguir.
O fim da saga chegou! Tudo vai mudar… quem irá sobreviver?
Descender foi originalmente concebida como uma série completa e finita, uma space opera épica num universo em que os andróides foram proibidos e a galáxia está dividida entre humanos e tecnologia. Mas como os seus criadores afirmaram, “Não queríamos que ela acabasse, porque fomos ficando apaixonados pelo universo de Descender. A combinação do sucesso que teve, do facto na nossa parceria ser quase perfeita e de adorarmos trabalhar um com o outro, fez surgir a ideia de terminar a série, mas de maneira a que ela pudesse ressuscitar de novo, diferente”, declarou Jeff Lemire ao Hollywood Reporter. “As coisas começaram a mudar no momento em que escrevi aquele número em que o Broca cai num planeta pantanoso perdido, e de repente surge magia. E pensámos os dois, ‘isto é uma verdadeira mina de ouro, é como um universo novo inteiro à nossa disposição’, e a partir daí… tudo mudou!”

Jeff Lemire é um autor best-seller do New York Times, com uma carreira como argumentista e ilustrador de bandas desenhadas de sucesso, como Essex CountyThe Underwater WelderSweet Tooth e Trillium, bem como um dos mais populares argumentistas de comics das grandes editoras norte-americanas, como Extraordinary X-MenGreen ArrowAnimal Man ou Hawkeye, para a Marvel e DC Comics. A sua mais recente obra foi o romance gráfico Roughneck.
Venceu em 2008 e 2013 o Shuster Award for Best Canadian Cartoonist, que premeia o melhor artista de BD canadiano. Recebeu também o Doug Wright Award for Best Emerging Talent e o prestigioso Alex Award, atribuído pela American Library Association, que reconhece os melhores livros para adultos que apelem também a adolescentes. Foi também nomeado oito vezes para os prémios Eisner, e venceu em 2017 com a sua série de super-heróis Black Hammer o prémio de Melhor Nova Série, e de novo em 2019 com Gideon Falls, a série que a G. Floy inaugurou em 2019. Foi também nomeado para sete prémios Harvey e oito Shuster Awards.
Em 2010, a sua BD Essex County foi a primeira banda desenhada a ser incluída no prestigiado concurso Canadian Reads, e chegou ao top cinco, vencendo também a escolha popular como melhor romance canadiano da década. Essex County está atualmente a ser desenvolvido para uma série de TV para a CBC, com Lemire como produtor executivo.
Jeff Lemire vive em Toronto, com a sua mulher e filho.

Dustin Nguyen outro artista de comics best-seller dos EUA, conhecido por obras como Wildcats version 3.0, The Authority Revolution, Batman, Superman/Batman, Detective Comics, Batgirl e Batman: Streets of Gotham. Também foi coargumentista (e desenhador) de Justice League Beyond, ilustrou o volume American Vampite: Lord of Nightmares, em colaboração com o argumentista Scott Snyder, e foi cocriador da série infantojuvenil da DC Batman: Li’l Gotham, que ele próprio escreveu com Derek Fridolfs.
Para além de ter ilustrado quase todas as capas das suas próprias bandas desenhadas, é um dos mais requisitados artistas atuais de capas para as grandes editoras americanas, como DC, Marvel, Dark Horse, Boom, IDW e Image Comics, podendo a sua arte ser vista, por exemplo, em capas de Batman BeyondBatgirlJustice League: Generation LostSupernatural e Friday the 13th.
Com Descender, a BD de que é cocriador em conjunto com Jeff Lemire, publicado pela Image Comics, Dustin Nguyen venceu por duas vezes o Prémio Eisner para Melhor Arte Pintada (em 2015 e 2019), um dos mais prestigiados dos comics.
Para além dos comics, Nguyen também trabalha como artista conceptual para brinquedos e produtos de consumo vários, jogos e animação. Gosta de dormir, conduzir e desenhar coisas que aprecia.

Descender vol. 6: A Guerra das Máquinas
Jeff Lemire & Dustin Nguyen
Editora: G. Floy
Páginas: 160, cores
Encadernação: capa dura
Dimensões: 285 x 185 mm
ISBN: 978-83-66589-16-2
PVP: 16,00€

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.