Adaptação para BD de dois romances de Agatha Christie.

Quando a Arte de Autor iniciou a publicação da série de banda desenhada da suíça Paquet dedicada às adaptações dos romances de Agatha Christie para banda desenhada, apenas existiam 3 volumes, entretanto todos publicados em Portugal, que exploravam 3 diferentes séries da autora. Deste modo, um era dedicado a Hercule Poirot (Crime no Expresso Oriente), outro a Miss Marple (Um Cadáver na Biblioteca) e um terceiro a Os Beresford, também conhecidos por Tommy e Tuppence (Mister Brown).

Entretanto a série da Paquet tem prosseguido a um bom ritmo – graças à série contar frequentemente com diferentes autores na sua elaboração -, encontrando-se neste momento 8 volumes publicados.

Dos 5 livros ainda inéditos em Portugal, 4 deles são adaptações de romances de Hercule Poirot (e o outro tomo é uma adaptação de Ten Little Niggers, mais tarde rebatizado And Then There Were None, e que em Portugal foi publicado com o título Convite para a Morte em 1948 e As Dez Figuras Negras em 2003).

O facto da maioria das obras passarem a ser dedicadas ao famoso detetive belga, permitiu à Arte de Autor mudar a sua estratégia e publicar o quarto volume da série como um álbum duplo, que reúne Morte no Nilo e O Misterioso Caso de Styles (este último também conhecido em Portugal como A Primeira Investigação de Poirot na edição da Livros do Brasil em 1977, ao contrário das edições de 1950 pela Livraria Civilização e 2003 pela ASA).

Ambas as obras são alvo de notícia atualmente. Por um lado, Morte No Nilo tem direito, em dezembro, a mais uma adaptação cinematográfica, desta feita realizada e interpretada por Kenneth Branagh:

Por outro lado, O Misterioso Caso de Styles tem a particularidade de ser o primeiro livro escrito por Agatha Christie, comemorando este ano o centésimo aniversário da sua primeira publicação.

Quanto aos 4 autores das 2 bandas desenhadas, ainda não tinham trabalhado nesta série da Paquet. Morte no Nilo tem argumento de Isabelle Bottier e ilustrações de Callixte (cujo trabalho como colorista já tinha sido publicado em Portugal na série As Investigações de Margot; também será o desenhador da recente adaptação de As Dez Figuras Negras). Quanto a O Misterioso Caso de Styles, conta com argumento de Jean-François Vivier e desenhos de Romuald Gleyse.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

Morte no Nilo é, com o Crime no Expresso do Oriente, um dos romances de Agatha Christie que conheceu o maior sucesso. Foi traduzido em mais de trinta línguas. A muito bela Linnet Ridgeway acaba de se casar e faz conta de aproveitar bem a sua lua de mel no Nilo com o seu marido. Mas ainda o cruzeiro mal começou quando a rica herdeira é descoberta morta, assassinada com uma bala no seu camarote. Quem poderia desejar a morte da jovem? Hercule Poirot vai ter de utilizar todas as suas «pequenas células cinzentas» para desvendar o fundo da questão desta história e uma maquinação diabólica.
O Misterioso caso de Styles é o primeiro romance publicado por Agatha Christie, apresentando já Hercule Poirot, provavelmente o melhor investigador do mundo! Em 1917, o capitão Hastings, ferido em combate, é repatriado para Inglaterra e vai convalescer em Styles Court, a residência familiar do seu amigo John Cavendish. O ambiente é pesado porque Emily, a mãe de John, voltou a casar-se com o antipático Alfred Inglethorp, mais novo do que ela. E quando Emily morre, envenenada, o acaso intervém providencialmente, pondo no local um antigo polícia belga, amigo do capitão Hastings. Será Hercule Poirot capaz de separar o verdadeiro do falso e confundir o culpado?

Isabelle Bottier fez a sua estreia como argumentista na série de televisão Un gars, une Fille. Depois regressou rapidamente ao seu país de origem: a infância. Participa então na escrita de várias séries animadas (Mini-Loup, Grabouillon, T’choupi…). Em paralelo, trabalhou para a imprensa e usou a sua imaginação para criar bandas desenhadas para Le Journal de Mickey e Super Pif!

Callixte trabalha como designer desde 2002 como ilustrador e colorista. Em 2010, desenha o primeiro tomo do díptico Eightball Hunter, com argumento de Michel Koeniguer, cujo segundo tomo é lançado em 2013. Após trabalhar como colorista na série As Investigações de Margot (cujos primeiros volumes foram publicados em Portugal pela NetCom 2 Editorial), assume os desenhos do 3.º e 4º volume em conjunto com Olivier Marin. Em 2014, cria a série Gilles Durance, publicada na coleção Cockpit da Paquet, da qual foram publicados 4 álbuns.

Jean-François Vivier, apaixonado por banda desenhada e história, já escreveu uma dúzia de álbuns: biografias em imagens (Honoré d’Estienne d’Orves, Geneviève de Gaulle Anthonioz), mas também adaptações dos best-sellers de Frison-Roche (Premier de cordée, em 4 tomos) e uma ficção histórica sobre Malgré-nous (Herr Doktor). O Misterioso Caso de Styles é a sua primeira incursão no mundo de Agatha Christie.

Romuald Gleyse licenciado pela École Nationale des Beaux-Arts de Lyon, trabalhou em ilustração e banda desenhada para Bayard Jeunesse (Images Doc, Je Bou- quine), Petit à Petit, SEMIC (Yuma), Oskar Jeunesse. Com O Misterioso Caso de Styles, produziu o seu primeiro álbum completo de banda desenhada.

Hercule Poirot: Morte no Nilo | O Misterioso Caso de Styles
(baseadas nas obras homónimas de Agatha Christie)
Isabelle Bottier, Callixte | Jean-François Vivier, Romuald Gleyse
Editora: Arte de Autor
Páginas: 136, a cores
Encadernação: capa dura
Dimensões: 210 x 285 mm
ISBN: 978-989-54827-5-7
PVP: 25,75€


SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.