A adaptação da obra de de Javier Cercas para a BD por José Pablo García.

Nos anos mais recentes, a Porto Editora tem voltado a brindar os leitores com a publicação esporádica de obras de banda desenhada em diferentes vertentes – infantojuvenil (série Mauzões), romances gráficos originais (Sabrina de Nick Drnaso, obra nomeada aos Prémios Bandas Desenhadas 2019) ou adaptações literárias do formato prosa para a BD (A Viagem do Elefante, O Diário de Anne Frank, O Velho e o Mar ou O Primeiro Homem).

É precisamente no âmbito da última vertente supracitada que a editora tinha planeado para abril deste ano a edição da adaptação da obra Soldados de Salamina de Javier Cercas para a banda desenhada pela mão de José Pablo García. A pandemia de COVID-19 originou um reagendamento da mesma, a qual é distribuída este mês no canal livreiro.

O livro do escritor espanhol Javier Cercas foi originalmente publicado em 2001 pela Tusquet Editores, tratando-se de um obra multipremiada, galardoada não só em Espanha, como em países como o Reino Unido, Itália e Chile. Em Portugal, a obra foi publicada inicialmente pela ASA em 2002, sendo a edição mais recente a versão de bolso da Livros do Brasil (2017).

Em março de 2003, estreou nas salas de cinema espanholas a sua adaptação ao grande ecrã pelo realizador David Trueba, a qual não conheceu distribuição no nosso país.

Se o seu título é uma referência à batalha de Salamina de 480 a.C, a ação da obra é a investigação contemporânea de factos ocorridos no final da década de 30 do século passado, durante a Guerra Civil Espanhola, recorrendo o autor ao estilo narrativo de romance de não-ficção.

A adaptação gráfica de José Pablo García foi publicada originalmente em abril de 2019 pela Reservoir Books, uma chancela espanhola do Penguin Random House Grupo Editorial.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

Nos dias finais da guerra civil, perto da fronteira franco-espanhola, deu-se um fuzilamento de prisioneiros franquistas. Um destes escapou com vida, graças a um jovem soldado republicano, e conseguiu refugiar-se no bosque. Era Rafael Sánchez Mazas, poeta, fundador da Falange e futuro ministro de Franco. Sessenta anos mais tarde, um romancista em crise desenterra este episódio bélico e, fascinado por ele, propõe-se investigar e esclarecer as suas circunstâncias.
Soldados de Salamina, romance de Javier Cercas publicado originalmente em 2001, foi aclamado como um clássico moderno da literatura por, entre outros, Kenzaburo Oé, Susan Sontag, George Steiner ou Mario Vargas Llosa. Apresentamos agora uma minuciosa adaptação gráfica pela mão de José Pablo García, um dos autores de banda desenhada espanhóis com maior projeção internacional.

Os Soldados de Salamina (baseada na obra de Javier Cercas)
José Pablo García
Páginas: 152, a cores
Encadernação: capa dura
Dimensões: 176 x 248 x 16 mm
ISBN: 978-972-0-03293-5
PVP: 18,80€

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.