O segundo volume da obra completa de Os Escorpiões do Deserto de Hugo Pratt.

A propósito das comemorações dos 50 anos da primeira publicação de Os Escorpiões do Deserto de Hugo Pratt, a Ala dos Livros iniciou o ano passado a publicação da série completa pelo autor original com um total de 3 tomos planeados. Este mês, é distribuído o segundo volume, com os terceiro e quatro episódios, Um Fortim em Dancália e Conversa Mundana em Moulhoule.

Ambos os episódios foram originalmente editados no periódico Alter Alter da Milano Libri Edizioni, respetivamente em 1980 e 1982. Inicialmente publicada em Portugal pelas Edições 70 e posteriormente pela Meribérica, a série é agora publicada com acabamentos mais luxuosos e técnicas de impressão contemporâneas, contando ainda com uma galeria de aguarelas a cores.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

A história de Os Escorpiões do Deserto é uma história de homens. De homens de diferentes raças e de diferentes humanidades. E é, também, uma história de guerra. A história da Segunda Guerra Mundial, no corno de África, que Pratt de certa forma vivenciou e que nos conta através dos relatos e dos olhos do oficial polaco Koinsky.
Mas Os Escorpiões do Deserto é ainda uma viagem através das dunas do deserto africano, com os seus oásis remotos, os fortes abandonados, mulheres guerreiras, beduínos sanguinários, cantores de ópera ou oficiais apaixonados. É uma viagem ao longo de um território árido, onde se encontram personagens marcantes, presas num conflito onde todos parecem perdidos sem saber que partido tomar.
Neste volume estão incluídas as estórias Um Fortim em Dancália e Conversa Mundana em Moulhoule.
Os Escorpiões do Deserto é uma das obras mais marcantes de Hugo Pratt, sendo este o segundo de três volumes da edição da Ala dos Livros, comemorativa dos 50 anos da primeira publicação. Esta obra, a preto e branco, é enriquecida por uma galeria de aguarelas a cores, ilustrando a riqueza dos fardamentos militares, bem como a dos trajes dos povos daquela região do norte de África.

Hugo Pratt (1927-1995) é unanimemente considerado um dos maiores desenhadores do mundo. As suas obras de banda desenhada, as suas obras gráficas e as suas aguarelas são expostas nos mais conceituados museus, do Grand Palais à Pinacothèque de Paris, passando pelo Vittoriano em Rome, o Ca’ Pesaro em Venise ou o Santa Maria della Scala, em Siena. Pratt definia as suas histórias utilizando o termo “literatura desenhada”. É citado por autores e artistas como Tim Burton, Frank Miller, Woody Allen, Umberto Eco ou Paolo Conte. Viveu em Itália, na Argentina, em Inglaterra, em França e na Suíça. Viajante incansável, atravessou praticamente todo o resto do mundo.

Os Escorpiões do Deserto: Obra completa – volume 2
Hugo Pratt
Páginas: 112, a preto e branco com aguarelas a cor no dosssier
Encadernação: capa dura
Dimensões: 235 x 310 cm
ISBN: 978-989-54726-4-2
PVP: 23,90 €

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.