A publicação integral da série de Garcia e Rouge.

A niteroiense Louise Garcia é a argumentista da série Rio, uma crónica urbana de 4 volumes editada entre 2016 e 2019 no mercado francófono pela Glénat.

Quanto ao desenho, compete a Corentin Rouge (filho de Michel Rouge), que iniciou as suas lides na BD a colorir trabalhos do pai, com o último álbum de Comanche em 2002 e a série Shimon de Samaria / Le Samaritain (2004-2008), algo que tem continuado a realizar com Kashmeer (2012-2015) ou Gunfight (2019). Para além de Rio, Corentin desenhou as séries Golgoth Aqua Tek (2003), Milan K. (2009-2013), bem como Juarez (2012) e o 10.º álbum de XIII Mystery (2016).

Esta nova coleção da parceria da ASA/Público tem a particularidade de ter uma periodicidade quinzenal, pelo que, tendo início a 10 de dezembro somente termina a 27 de janeiro de 2021:

Clique nas capas para as visualizar em toda a sua extensão:

A obra mostra o ambiente menos idílico do Rio de Janeiro, retratando o tráfico de droga, a prostituição, ONG mercantis e favelas dirigidas por quadrilhas armadas.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

RIO, uma saga urbana que percorre impiedosamente as intrincadas ruas do Rio de Janeiro, pondo a nu uma realidade brutal que mais não é do que um retrato acutilante da sociedade brasileira contemporânea.
Rubeus e Nina nasceram numa das maiores favelas do Rio de Janeiro. Os dois irmãos ficam por sua conta no dia em que a sua mãe é assassinada por Jonas, um polícia corrupto do qual ela era informante e amante.
Apanhados por Bakar, juntam-se a um grupo de crianças de rua. Entre pobreza e violência, pequenos truques parecem ser a única forma de sobrevivência. No entanto, outra alternativa surge: a da adopção por uma família rica. Assombrado pelo assassinato da sua mãe e agora responsável pela sua irmã mais nova, Rubeus passa assim da pobreza das favelas e das ruas para a classe média alta brasileira e ficando a conhecer os diferentes lados de uma sociedade mista, brutal e desigual.

Louise Garcia nasceu em Niterói, no estado do Rio de Janeiro, Brasil, em 1983. Cresceu na cidade do Rio de Janeiro, onde fez toda a sua escolaridade num liceu internacional francês. Depois de estudos universitários em Arte, trabalhou em estabelecimentos públicos culturais brasileiros, após o que se instalou em França.

Corentin Rouge nasceu em Paris, em 1983. Filho de Michel Rouge, um artista de banda desenhada, o seu nome inspira-se no famoso herói de banda desenhada criado por Cuvelier. Licenciou-se em Animação e Cinema na Academia de Artes Decorativas de Paris, em 2006. Aprendeu os rudimentos da banda desenhada com o seu pai, com quem colaborou na passagem à cor da série Shimon de Samaria / Le Samaritain, entre 2004 e 2008, tendo entretanto publicado a sua primeira história de banda desenhada na revista Métal Hurlant, em 2004. A série policial Milan K., cujo primeiro volume foi nomeado em Angoulême, marca a sua estreia na publicação de álbuns de banda desenhada.

RIO
Louise Garcia, Corentin Rouge
Editora: ASA
Páginas: 64 (tomos 1-2) | 80 (tomos 3 e 4)
Encadernação: capa dura
Dimensões: 24 x 32 cm
Periodicidade: Quinzenal
PVP: 10,90 € (cada)

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.
Últimos artigos