A nova obra do duo Ed Brubaker e Sean Phillips.

A G. Floy continua a apostar num dos duos criativos que tem vindo a editar, Ed Brubaker e Sean Phillips, desta feita com a sua banda desenhada mais recente, Pulp. Este livro de BD foi originalmente publicados pela Image nos EUA em 29 de julho de 2020, conhecendo este mês edição portuguesa.

Os leitores dos diversos trabalhos do duo sabem o quanto o pulp é uma temática – dir-se-ia, inclusivamente, fascínio – importante para os mesmos, sendo desta feita promovido a título da presente BD, ou o seu protagonista não fosse um escritor de histórias pulp. O policial noir do duo cruza-se nesta obra com o western, existindo ainda espaço para um reflexão sobre uma vida de violência.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

Pulp é um romance gráfico original da dupla de sucesso Ed Brubaker e Sean Phillips, que contam uma incrível história de um velho cowboy que vai à cidade e tem uma última oportunidade de ser o herói da sua própria história.
O que fazer quando sabemos que devíamos ter morrido novos, mas isso não acontece? Max Winter tinha outro nome e outra vida, há muito tempo. Agora, na Nova Iorque nos anos trinta, Max sobrevive a escrever para revistas as histórias superficialmente disfarçadas sobre o homem que em tempos foi, histórias da fronteira esquecida e de um fora-da-lei do faroeste que fazia a justiça a tiro. Mas, quando a sua vida começa a desmoronar, e ele vê o mundo à beira de uma guerra, com os Nazis a marcharem pela Europa e pelas ruas de Nova Iorque, Max dá consigo a pensar novamente como um fora-da-lei… E, uma vez tendo seguido por esse caminho, pode não haver volta atrás.
Uma nova banda desenhada de Ed Brubaker e Sean Philips, autores premiados de Criminal, Fatale, Kill or Be Killed, The Fade Out e Os Meus Heróis Foram Sempre Drogados.

Ed Brubaker já venceu Eisners e Harveys como Melhor Escritor seis vezes desde 2006. O seu trabalho em cooperação com Sean Phillips nas séries Sleeper, Criminal, Incognito, The Fadeout e Fatale, e com Steve Epting em Velvet, já foi traduzido em todo o mundo com grande sucesso crítico e comercial. Brubaker foi educado em bases navais dos EUA e entrou para a escola em Cuba, na base naval de Guantanamo Bay. Afirma que foi o facto de ter sido obrigado a ir com a mãe a reuniões dos Alcoólicos Anónimos durante anos da sua infância que plantou a semente da escrita no seu cérebro, e que foi a paixão do seu pai por comics e cinema que a alimentou. Vive presentemente em Los Angeles com a sua mulher e o seu cão, e trabalha em comics, cinema, e televisão. E detesta escrever sobre ele próprio na terceira pessoa, mas o que se há-de fazer?

Sean Phillips já desenha comics profissionalmente desde os quinze anos, e já trabalhou para todas as principais editoras, tendo já vencido um Eisner. Depois de ter desenhado séries como Sleeper, Batman, Hellblazer, X-Men, Marvel Zombies e Stephen King’s The Dark Tower, Sean concentrou-se em séries da sua criação, incluindo Criminal, Incognito e Seven Psychopats. Vive no Lake District do Reino Unido, com a mulher e os seus três filhos.

Pulp
Ed Brubaker, Sean Phillips
Editora: G. Floy
Páginas, 72, a cores
Encadernação: capa dura
Dimensões: 19 x 28 cm
ISBN: 978-83-66589-27-8
PVP: 13,00€

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.