Os resultados de 2020 e o plano para 2021.

Apesar do 2020 que todos experimentámos, uma das editoras que continuou a publicar banda desenhada ao longo de praticamente todo o ano foi a Arte de Autor. Esta chancela da Geomais foi a 7.ª editora que mais banda desenhada publicou em 2020, com um total de 13 livros e ainda 1 coedição com a cooperativa editorial A Seita, naquela que é a primeira coedição nacional da Arte de Autor.

A este propósito, Vanda Rodrigues declarou que “numa conversa informal sobre o plano editorial para 2020, descobrimos que ambos estávamos interessados no mesmo título e que ambos íamos reunir com o editor e apresentar proposta para a edição do Shangai Dream. Decidimos conjugar esforços e apresentar uma única proposta. Desde o início do ano que trabalhamos em sintonia neste projeto, em que tudo correu normalmente, e o resultado está à vista de todos, o que nos orgulha enquanto parceiros“. Sobre a possibilidade de novas parcerias editoriais, refere ainda que “sempre que a vontade e os interesses de ambas as editoras coincidirem será certamente uma boa aposta darmos continuidade à parceria“.

No que toca às três obras de 2020 mais vendidas, a editora apenas tem ainda os dados do 1.º semestre. Nesse período, os 3 álbuns mais vendidos foram Verões Felizes 3-4: Menina Esterel | O Repouso do Guerreiro (nomeado para Melhor Série Estrangeira nos Prémios Bandas Desenhadas 2020), Cavaleiros de Heliópolis III-IV: Rubedo | Citrinitas e Quimeras Fascinantes.

Aquém das expectativas da editora, ficou O Castelo dos Animais vol. 1: Miss Bengalore, uma obra que está nomeada para duas categorias nos Prémios Bandas Desenhadas 2020, nomeadamente Melhor Publicação Estrangeira e Melhor Argumento Estrangeiro. Vanda Rodrigues avança com possíveis explicações para esta obra ter tido menor atenção do público, nomeadamente “se tratar do 1.º volume de uma série desconhecida, da primeira obra do desenhador – Félix Delep – e das restrições em visitar e manusear os livros nas lojas.” Mas garante que “O Castelo dos Animais é uma série fabulosa, com um argumento muito bem construído e em que o desenhador consegue transmitir emoções em cada vinheta.”

O álbum seguinte da série é inclusivamente uma das apostas da editora para 2021. “O volume 2, As Margaridas do Inverno, a publicar já em janeiro, vem confirmar isso mesmo, pelo que acreditamos que irá impulsionar as vendas.

Quanto ao plano editorial de 2021, Vanda Rodrigues avança somente com o plano para o 1.º trimestre. “No 1.º trimestre de 2021, contamos editar O Castelo dos Animais 2 – editado em novembro em França -, Duke vol. 5 – caso se confirme a publicação em França a 21 de janeiro – e Spaghetti Bros. A aposta será a de continuar a editar as séries em curso mas as datas ainda não estão definidas.


Atualização 30/12/2020

Entretanto, a Arte de Autor teve “confirmação de que o livro Duke vol. 5 não vai sair em França em janeiro e ainda não tem data de publicação anunciada“, revelou-nos Vanda Rodrigues. “Contamos editar no mês seguinte à publicação em França mas ainda não temos data“.

Atualização 18/01/2021

Segundo a editora, Duke vol. 5 será editado no início de março no nosso país.

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.