Os resultados de 2020 e o plano editorial de 2021.

A totalidade das 3 publicações de banda desenhada de 2020 da chancela editorial FA, de Flávio C. Almeida, foram lançadas quer em formato físico, quer em formato digital.

A edição física mais vendido foi Homem-Grilo de Cadu Simões, Ricardo Marcelino e Alex Rodrigues. Tal, curiosamente, não coincide com a obra mais vendida digitalmente, Pepper e Carrot vol. 1 de David Revoy.

Depois de ter lançado 3 obras em 2020, a FA pretende alargar o seu catálogo com a publicação de 6 obras em 2021, ao ritmo de 1 publicação a cada 2 meses, fortemente alicerçada na cultura livre.

O primeiro lançamento é A Herança das Cores, da autoria do francês David Revoy (de quem a chancela tinha lançado Pepper e Carrot vol. 1 em 2020). Segue-se o livro de tiras de BD Mimi & Eunice da norte-americana Nina Paley e mais um volume de Homem-Grilo, desta feita Homem-Grilo & Sideralman dos brasileiros Cadu Simões e Will.

Para o segundo semestre, está prevista a antologia de autores japoneses Ansorojimanga, bem como Os Vigilantes – O Acontecimento da autoria do próprio Flávio C. Almeida (que terá direito a uma campanha de crowdfunding) e Wuffle – O Grande Amigo Lobo da autoria do tailandês Piti Yindee.

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.