Os resultados de 2020 e o plano de 2021.

Em 2020, a editora Devir publicou 21 livros de banda desenhada (menos 2 que em 2019), tendo sido a 5.ª editora que mais BD editou no nosso país.

Tendo nos últimos anos se especializado na manga e com especial ênfase em shonen (que tem como público-alvo os adolescentes masculinos), em 2020 prosseguiu com a publicação de séries originalmente editadas pela japonesa Shueisha. Pelo 3.º ano consecutivo, a sua manga mais vendida é My Hero Academia. Aliás, todos as mangas que constituíam o top 5 das mais vendidas em 2019, continuam presentes em 2020, com ligeiras alterações nas suas posições. Em 2020, a 2.ª manga mais vendida foi Death Note Black Edition, seguindo-se The Promised Neverland, Naruto e Tokyo Ghoul.

Se no início do ano a editora apresentou-nos um plano editorial detalhado nas 3 grandes vertentes definidas pela editora – manga, comics e graphic novels -, atendendo aos constrangimentos que a pandemia de COVID-19 tem ditado, tal não foi possível obter este ano, centrando-se os destaques da editora para o 1.º trimestre, revelados ao Bandas Desenhadas por Ana Lopes, managing editor da Devir, na manga.

Deste modo, para além dos já anunciados The Promised Nerverland 6 e Blue Exorcist 20, no 1.º trimestre serão lançados My Hero Academia 8, Kenshin o Samurai Errante 15, Tokyo Ghoul: re 4 e Death Note Black Edition 2.

Iremos brevemente comunicar as novidades“, informa Ana Lopes. “Neste momento, ainda é cedo para avançar, pois os contratos ainda não estão assinados.

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.