Planeta X.

Seis meses após o terceiro volume, a G. Floy encerra a reedição de New X-Men com o quarto e último livro, intitulado Planeta X. Este tomo compila as revistas norte-americanas New X-Men #146-154 (novembro de 2003 a maio de 2004).

Neste volume da G. Floy, com distribuição agendada para dia 24 nos pontos de venda de periódicos e lojas especializadas em BD, ao argumentista Grant Morrison, juntam-se os desenhadores Phil Jimenez (#146-150) e Marc Silvestri (#151-154).

Registe-se que é a primeira vez que os #151-154 são publicados no nosso país. De facto, os #146-150 tinham sido publicados pela Devir no volume 8 da Colecção Novos X-Men, mas o eventual 9.º e último volume (que corresponderia a “Here Comes Tomorrow”) nunca tinha sido editado em Portugal.

Deste modo, a saga completa de New X-Men por Grant Morrison encontra-se pela primeira vez completamente editada em Portugal. Relembre-se, contudo, que a 1.ª série de New X-Men teve ainda direito a mais 2 números. Em junho de 2004, Chuck Austen, o argumentista de Uncanny X-Men, passou a escrever New X-Men com o #155. A série reverteu para o seu título original, X-Men (vol. 2), com o #157, em julho de 2004, durante a reformulação da franchise X-Men, que a Marvel designou por X-Men ReLoad. Contudo, os #155 e #156 de New X-Men, desenhados por Salvador Larroca, nunca foram incluídos em compilações futuras da Marvel de New X-Men. Na realidade, foram compilados em livro, em agosto de 2004, no Uncanny X-Men vol. 6: Bright New Mourning (em conjunto com Uncanny X-Men #435-436 e #442-443).

Clique nas imagens para as visualiza em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

O final épico da saga criada por Grant Morrison!
O enfant terrible escocês, argumentista de obras como Batman: Asilo Arkham, Animal Man, We3 ou All Star Superman, revolucionou os Filhos do Átomo no século XXI, arrancando com um ataque devastador a Genosha, a ilha destinada aos mutantes, mero ponto de partida para um épico vertiginoso e arrebatador. A G. Floy Studio tem o prazer de apresentar o quarto e último volume da saga nomeada para os Prémios Eisner, incluindo a conclusão inédita em Portugal, ilustrada pelos bem conhecidos Phil Jimenez (Mulher Maravilha, The Invisibles) e Marc Silvestri (Uncanny X-Men, Darkness).
A história dos X-Men mistura-se com a do seu arqui-inimigo, o terrorista mutante conhecido como Magneto, o Mestre do Magnetismo, feroz opositor do ideal de coexistência pacífica entre mutantes e humanos preconizado pelo Professor Xavier. Quando tudo parecia indicar que Magneto tinha finalmente encontrado o seu fim, eis que este regressa das sombras com o plano definitivo de extermínio da raça humana, e caberá mais uma vez aos X-Men contrariar os desígnios da sua eterna Némesis. Porém, num aparente epílogo, 150 anos no futuro, uma ameaça ainda maior faz perigar não só a existência dos mutantes, mas de toda a vida senciente e do próprio Universo. Qual será o papel da Fénix renascida, e que repercussões se farão sentir no presente dos X- Men e de toda a humanidade?
Este é o quarto e último volume que colecta toda a fase escrita por Grant Morrison, em edições de luxo de capa dura e formato prestige.
Os Novos X-Men foi uma das sequências mais inovadoras na história dos X-Men, de uma forma que nunca mais foi replicada. A série renovou quase tudo sobre a equipa dos super-heróis mutantes mais famosos da Marvel, desde os seus uniformes até seu status público, e introduziu uma série de novas ideias que a franquia explorou a partir de então.

New X-Men vol. 4: Planeta X
Grant Morrison, Phil Jimenez e Marc Silvestri
Editora: G. Floy
Páginas: 256, a cores
Encadernação: capa dura
Dimensões: 280 x 186 mm
ISBN: 978-83-66589-37-7
PVP: 28,00€

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.