O primeiro Papa de origem latino-americana.

Lançada no mercado francófono em 12 de setembro de 2018, cerca de cinco anos e meio da eleição do porteño Jorge Mario Bergoglio para o 266.º Papa da Igreja Católica e atual Chefe de Estado da Cidade Estado do Vaticano, esta biografia em banda desenhada sobre o homem que se tornaria o Papa Francisco conta com o argumento de Arnaud Delalande e Yvon Bertorello e com ilustrações de Laurent Bidot.

Editada originalmente pela parisiense Les Arènes, em Portugal conhece este mês edição pela Verbo, que regressa à BD 3 anos depois do seu último lançamento.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

Das favelas de Buenos Aires ao trono da Praça de São Pedro.
Jorge Bergoglio começa por ser um rapaz como os outros, que gosta de futebol, da companhia dos amigos, que se apaixona, aprecia tango e que hesita em optar por um curso de medicina. Um dia, em 1954, sente-se chamado a ser padre. Na Argentina dos anos 70, entre a repressão militar e a violência de libertação marxista, promove uma teologia do povo, em nome de Cristo. Percorre as favelas, defende os pobres, as vítimas da ditadura…
Uma vez eleito, o Papa Francisco luta em todas as frentes. Toma posição a favor da ecologia, da biodiversidade ou do acolhimento aos refugiados. Critica os excessos da mundialização, e interpela, sempre que se justifica, os poderosos do mundo, sem esquecer a sua própria administração que entende reformar.
Eis a história de um dos maiores porta-palavra dos nossos tempos.

Arnaud Delalande é escritor e argumentista. É autor de uma dezena de romances históricos traduzidos em inúmeros países, como Le Piège de Dante, e argumentista de uma trintena de álbuns de BD, entre os quais se salientam Viravolta, Aliénor, Surcouf ou Le Cas Alan Touring. Em 2017, coassina a adaptação para cinema dos livros de Antoon Krings Les Drôles de Petites Bêtes e escreve com Olivier Balazuc o livreto da ópera Little Nemo in Slumberland de David Chaillou.

Yvon Bertorello é jornalista independente, realizador de documentários e reportagens para a televisão, argumentista de BD, autor de livros ilustrados e especialista na história do Vaticano. Recebeu, para o filme documental Veilleurs dans la Nuit, o prémio Marcel Jullian des Lauriers dans la Rádio et la Télévision em Paris e o prémio Mirabile Dictu do Conselho Pontifical da Cultura do Vaticano. É, com Arnaud Delalande, autor da trilogia Codex Sinaïticus.

Laurent Bidot é desenhador e argumentista. É autor de L’Histoire de la Grande Chartreuse de L’Histoire do Mont-Saint-Michel. Realiza o argumento e desenha os 4 volumes da série Le Linceul. Assina igualmente a série Auguste et Romulus, com desenhos Étienne Jung.

Francisco
Arnaud Delalande, Yvon Bertorello, Laurent Bidot
Editora: Verbo
Páginas: 96, a cores
Encadernação: capa dura
Dimensões: 220 x 295 mm
ISBN: 9789722231916
PVP: 17,50€


SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.