Adaptação da obra de Rudyard Kipling.

Em setembro, o fanzine Fandaventuras Especial publica a adaptação para banda desenhada do romance picaresco e de espionagem Kim, da autoria de Rudyard Kipling. Apesar de menos popular que O Livro da Selva, esta obra de Kipling continua a ser relembrada atualmente, tendo inclusivamente, em 1998, obtido o 78.º lugar na lista dos 100 melhores romances em língua inglesa do século XX pela Modern Library, bem como sido listado em 2003 como um dos romances mais queridos pelos leitores britânicos na “The Big Read” da BBC. O romance popularizou o termo e a ideia de O Grande Jogo, utilizado para definir o conflito e a rivalidade estratégica entre o Império Britânico e o Império Russo pela supremacia na Ásia Central, entre o Tratado de Gulistão de 1813 e a Convenção Anglo-Russa de 1907.

O romance foi inicialmente serializado na McClure’s Magazine entre dezembro de 1900 e outubro de 1901, bem como na Cassell’s Magazine entre janeiro e novembro de 1901. A sua primeira edição em livro foi realizada pela editora londrina Macmillan & Co. Ltd, em outubro de 1901.

O romance foi adaptado ao cinema, televisão e videojogos. Quanto à banda desenhada em questão, foi adaptado em Itália em 2 partes, com argumento de Roudolph (Raoul Traverso) e desenhos de Franco Caprioli. São estas duas partes que constam deste número de Fandaventuras Especial, publicado a preto e branco.

O primeiro episódio, Kim, O Pequeno Amigo (Kim, il piccolo amico, no original) foi publicado originalmente a cores na revista italiana Il Vittorioso em 1950, entre os n.º 19 (7 de maio) e 32 (6 de agosto). Quanto ao segundo e último episódio (Il grande gioco), foi publicado no mesmo ano, entre os n.º 33 (13 de agosto) e 42 (15 de outubro).

Em Portugal, as duas partes da BD Kim tinham sido publicadas pela primeira vez na revista Cavaleiro Andante #51, em 20 de dezembro de 1952.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Os interessados devem entrar em contacto com o faneditor, através do e-mail gussy.pires@sapo.pt, prevenindo-se de que a tiragem desta publicação é muito limitada.

Franco Caprioli (Itália, 1912-1974) dedica-se inicialmente à pintura mas em 1937 começa a trabalhar na área da ilustração em Argentovivo e em 1939 em banda desenhada no hebdomadário Il Vittorioso. Durante o período bélico, colabora ainda com as publicações Topolino e Corriere dei Piccoli. O seu desenho pormenorizado e pontilhado adequa-se perfeitamente às histórias de aventura dos anos 50 do século passado, tendo sido publicado nas mais diversas revistas estrangeiras, incluindo em Portugal, onde mais de meia centenas das suas BD foram publicadas. Após o término da sua colaboração com Il Vittorioso, Caprioli começou a trabalhar diretamente para o mercado francês e britânico até aos inícios dos anos 70, altura em que começa a publicar as suas obras novamente em Itália, em Il Giornalino. A transposição da obra Os Filhos do Capitão Grant de Júlio Verne para banda desenhada foi interrompida pela morte do autor, em 1974.

Kim, O Pequeno Amigo (baseada na obra de Rudyard Kipkling)
Roudolph, Franco Caprioli
Editora: Serafim & Malacuéco, Inc.
Série: Fandaventuras Especial
Páginas: 30, a preto e branco
Encadernação: capa mole
Dimensões: A4

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.