Lucky Luke visto por Guillaume Bouzard.

Publicado no mercado francófono em 2016, ano em que se comemoraram os 70 anos da criação de Lucky Luke, famoso personagem de Morris, O Homem que Matou Lucky Luke de Matthieu Bonhomme inaugurou a série Lucky Luke (vu par…), na qual cada autor faz a sua homenagem ao cowboy que dispara mais rápido que a própria sombra. Seguiu-se-lhe no ano seguinte Jolly Jumper Já Não Responde, da autoria do premiado Guillaume Bouzard.

Tendo A Seita já publicado o 3.º e 4.º volumes da série, foi finalmente publicado o volume em falta em outubro, durante o festival Amadora BD 2021.

Quanto ao 5.º volume da série, Choco-Boys de Ralf König, editado no mercado franco-belga a 15 de outubro deste ano, A Seita anunciou ter planeado o seu lançamento para a primavera de 2022.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

Jack Dalton inicia uma greve da fome na prisão, o que faz com que Lucky Luke seja chamado para resolver mais um problema relacionado com os Dalton. Mas essa não é a única situação que o cowboy que dispara mais rápido do que a própria sombra tem de enfrentar. Ele tem de fazer face a uma situação tão inesperada como grave: Jolly Jumper está aborrecido, amuou e deixou de lhe responder. Lucky Luke tenta desesperadamente retomar o diálogo com o seu fiel companheiro.
Lucky Luke, o homem que teve a ideia de disparar sobre a sua sombra! Um Jolly Jumper que se recusa a falar com Lucky Luke, os Dalton, sempre iguais a si próprios, alguns dos inimigos mais conhecidos de Lucky Luke. Tudo servido com uma abundância de piadas e bom humor que são a marca de Guillaume Bouzard, um dos representantes da moderna banda desenhada independente e alternativa francesa.

Guillaume Bouzard, nascido em Paris, em 1968, começou cedo a desenhar os seus professores nas margens dos cadernos e mais tarde no seu próprio fanzine Caca Bémol. Em 1989, com o seu amigo Pierre Druilhe vai criar a série Les Pauvres types de l’espace. Desde o final dos anos 80, multiplicando experiências gráficas e narrativas nas suas colaborações com inúmeras publicações independentes, Bouzard afirma-se como um dos pilares dos fanzines e um valor seguro da banda desenhada francesa contemporânea. O seu humor singular, o seu dom como escritor de diálogos combinado com um traço vivo e inventivo confirmam-no como um dos autores mais cativantes da nova geração. Para além da sua colaboração com editoras independentes, como a Les Requins Marteaux e Six Pieds sur Terre, onde publica a série Plageman, Bouzard colabora regularmente com a imprensa, seja na revista Fluide Glacial, seja em publicações generalistas como o jornal Libération, onde publicou uma tira diária sobre futebol em 2006.

Lucky Luke: Jolly Jumper Já Não Responde
Guillaume Bouzard
Editora: A Seita
Páginas: 48, a cores
Encadernação: capa dura
Dimensões: 285 x 215 mm
ISBN: 9789895315086
PVP: 14,95€

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.