De Filipe Duarte Pina e Osvaldo Medina.

Macho-Alfa marca o regresso de Filipe Pina aos argumentos (e colorização) de bandas desenhada longas, após a sua estreia com a entretanto descontinuada série BRK, desenhada pelo então também estreante Filipe Andrade (com quem Pina tinha iniciado a tira humorística online Fraggers, em 2003), com o primeiro (e único) tomo de BRK pré-publicado em partes, entre 2006 e 2008, no BDjornal e, em 2009, coligido em livro pela ASA.

O trabalho de Pina pôde ser acompanhado, bem como o dos restantes membros do The Lisbon Studio, na entretanto descontinuada série de revistas online TLS WebMag, tendo mais recentemente sido publicada uma BD curta com argumento seu e ilustrações de Nuno Rodrigues (com quem também se encontra a trabalhar noutro projeto) na antologia TLS Series vol. 2: Silêncio (G.Floy/Comic Heart, 2017) e outra com ilustrações de Paulo Monteiro na antologia Virar a Página (ed. André Morgado, 2020).

Macho-Alfa, com o primeiro volume (de um total de quatro) lançado por A Seita em outubro, durante o festival Amadora BD 2021, tem por base uma estória que Pina tinha na gaveta sobre um super-herói português que tinha problemas com as finanças e rebentava em tudo o que tocava. Há 7 anos atrás, foi-lhe sugerido o autor Osvaldo Medina como ilustrador e, desde então, o duo criativo tem vindo a trabalhar na mesma, estando planeado o lançamento anual dos 3 tomos em falta, sempre a coincidir com as datas do festival Amadora BD.

Quanto a Osvaldo Medina, apesar de não ter assinado nenhum livro de banda desenhada desde 2017, tem diversos projetos em mãos nesta área, como o painel dedicado ao autor que moderámos na Comic Con Portugal 2017 revelou, sendo Macho-Alfa o primeiro a ter visibilidade.

Neste primeiro tomo de Macho Alfa, 3 das perguntas que são feitas é se um super-herói paga impostos e/ou segurança social e quem o obriga…

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

O booktrailer pode ser visualizado aqui.

Eis a sinopse da editora:

David Ferreira: cem vezes mais forte que o normal, pesa 980kg e estima-se que seja praticamente invulnerável. Exerce um constante autocontrolo para não magoar ninguém, evitando mesmo apertar mãos ou dar abraços.
David é o super-herói Macho-Alfa, a única pessoa com superpoderes no mundo. Mas… É desempregado, não tem amigos e foi totalmente afastado de uma sociedade que ainda recentemente se apoiava nas suas incríveis habilidades para ganhar as suas guerras. Após tentativas de suicídio, David entra numa depressão que parece não ter fim. Será que alguma vez a sociedade o aceitará? Haverá lugar no mundo para um super-herói reformado e desiludido? Os super-heróis têm mesmo de pagar segurança social? Não sabemos, mas que são uns chatos e perigosos, isso são.
Filipe Duarte Pina une forças a Osvaldo Medina para uma saga sobre o único super-herói do mundo, no primeiro álbum (de uma série de 4) desta super-tragicomédia.

Filipe Duarte Pina nasce em 1979 e cedo pôs as mãos em videojogos, programando em BASIC algumas experiências para o ZX Spectrum. Cofundador da Seed Studios e da Nerd Monkeys, produziu e lançou videojogos para Playstation, Nintendo DS, PC e mobile. Foi um dos pioneiros da moderna BD portuguesa, na sua qualidade de argumentista, com destaque para BRK, a BD que assinou com arte de Filipe Andrade e que marcou os anos 2000 do mercado da BD nacional. Mais recentemente, venceu o Prémio Amadora BD para Melhor Argumento de Álbum Português, pela sua curta Monstros (publicada na antologia TLS Series vol. 2: Silêncio), em conjunto com o desenhador Nuno Lourenço Rodrigues.

Osvaldo Medina, nascido em Angola, em novembro de 1973, chega a Portugal no verão de 1975. Vive em Lisboa desde então. Começa a desenhar e a ver as BD  que havia em casa muito antes de começar a primária. Ainda no ensino secundário, começa a fazer “biscates” de ilustração que uma das suas professoras angariava. Em 1997, faz um pequeno curso de animação na produtora Animanostra, onde passa a trabalhar. Lança a sua primeira BD em 2009, A Fórmula da Felicidade, escrita por Nuno Duarte. A BD muda Kong the King (Kingpin, 2015) é o seu primeiro livro a solo, tendo conhecido publicação no estrangeiro. Começa a dar aulas de animação em 2016 na Universidade Lusófona, sem nunca deixar de trabalhar em animação, publicidade, ilustração e em, basicamente, tudo o que envolva desenho.

Macho-Alfa: Parte 1
Filipe Duarte Pina & Osvaldo Medina
Editora: A Seita
Páginas: 80, a cores
Encadernação: capa dura
Dimensões: 280 x 200 mm
ISBN: 9789895334902
PVP: 14,00€

SOBRE O AUTOR |

Nuno Pereira de Sousa
Nuno Pereira de SousaAdministrador
Fundador e administrador do site, com formação em banda desenhada. Consultor editorial freelance e autor de livros e artigos em diferentes publicações.