BD² – Base de Dados de Banda Desenhada

Blacksad

Título original: Blacksad
Argumento: Juan Díaz Canalès
Desenho: Juanjo Guarnido
Datas de publicação: 2000 – Presente
Edição original: Dargaud
País: França

Blacksad é uma série ao estilo film noir, escrita por Juan Díaz Canalès e desenhada por Juanjo Guarnido.

Criada em 2000, e embora os autores sejam espanhóis, os seus álbuns são editados originalmente em francês, pela editora Dargaud.

As histórias decorrem nos anos de 1950, nos Estados Unidos da América, e são ambientadas no género policial, com narrativas intrincadas e sempre com mensagem social.

O protagonista, John Blacksad, é um gato detective que teve uma infância difícil e que serviu na Segunda Guerra Mundial, momento no qual desenvolveu as suas capacidades de combate. Sempre envergando o seu fato sedutor, é uma mistura entre o personagem dos livros de Raymond Chandler, Philip Marlowe, e o mesmo interpretado no cinema por Humphrey Bogart.

Ao estilo noir da narrativa junta-se, muitas vezes, o estilo hard-boiled que caracteriza o policial realista. A narração, invariavelmente feita na 1.ª pessoa, é polvilhada com as reflexões cínicas que Blacksad vai fazendo da sociedade que o rodeia.

Um dos segredos do sucesso da série é o antropomorfismo patente em todos os personagens através do extraordinário talento artístico de Guarnido, que usa as diferentes espécies animais como definidoras da posição dos “actores” na história. Assim, por exemplo, quase todos os polícias são cães e os malfeitores são répteis ou anfíbios. Já muitos dos personagens femininos têm todas as características das pin-up da época, sendo que poucas passam despercebidas à libido de Blacksad.

Os desenhos detalhados, executados em cor directa (aguarela), contribuem para o estilo realista da série, apesar do antropomorfismo. A este factor, há ainda que acrescentar os locais reais onde muita da acção decorre, bem como as cenas “sociais” com muitos personagens e diferentes acções simultâneas (um espetáculo num clube nocturno, uma movimentada cena de rua, etc.).

A expressividade dos personagens é assinalável e a reconstituição de época é muito cuidada.

A série está traduzida em quase trinta línguas e já foi galardoada com os Prémios Eisner e um Prémio Angoulême pela arte.

Para além da série de banda desenhada, em Portugal encontra-se publicada a obra Blacksad – Nos Bastidores do Inquérito (ASA, 2002), um livro que aborda o making of do primeiro volume da série.

Publicações em Portugal

Volume original: 1
Título originalQuelque part entre les ombres
Data da publicação original: Novembro de 2000
Título traduzido: Algures entre as sombras
Primeira edição nacional: ASA
Data da primeira publicação nacional: 2002
Reedição: ASA/Público, 2008 (em Colecção Grandes Autores de Banda Desenhada #3: Algures entre as sombras | Artic-Nation)


Volume original: 2
Título originalArtic-Nation
Data da publicação original: Março de 2003
Título traduzido: Artic-Nation
Primeira edição nacional: ASA
Data da primeira publicação nacional: 2003
Reedição:
ASA/Público, 2008 (em Colecção Grandes Autores de Banda Desenhada #3: Algures entre as sombras | Artic-Nation)


Volume original: 3
Título original: Âme rouge
Data da publicação original: Novembro de 2005
Título traduzido: Alma vermelha
Editora nacional: ASA
Data da publicação nacional: 2005


Volume original: 4
Título originalL’Enfer, le silence
Data da publicação original: Setembro 2010
Título traduzido: O inferno, o silêncio
Editora nacional: ASA
Data da publicação nacional: 2010


Volume original: 5
Título originalAmarillo
Data da publicação original: Novembro de 2013
Título traduzido: Amarillo
Editora nacional: Arcádia
Data da publicação nacional: 2015
Sinopse e antevisão: aqui


Volume original: 6
Título originalAlors, tout tombe – Première partie
Data da publicação original: Outubro de 2021
Título traduzido: Então, tudo cai – Primeira parte
Editora nacional: Ala dos Livros
Data da publicação nacional: 2021
Sinopse e antevisão: aqui


Início | Autores | Editoras Nacionais | Editoras Originais | Séries de BD

SOBRE O AUTOR |

Francisco Pedro Lyon de Castro
Francisco Pedro Lyon de CastroColaborador
Amante da literatura em geral, apaixonado pela BD desde a infância, a sua vida adulta passa-a toda rodeado de livros como editor. Outra das suas grandes paixões é o cinema e a sua DVDteca.