La Terrible Histoire des Trois Cervaux de Magnólia

La Terrible Histoire des Trois Cervaux de Magnólia

Mesinha de Cabeceira #30.

Em outubro de 1992, Marcos Farrajota e Pedro Brito criaram o fanzine Mesinha de Cabeceira, com o seu #0. Ao longo das décadas, o zine tem tido direito a diferentes formatos e conceitos (da inicial fotocópia até ao formato de livro, da antologia coletiva a obras de um único autor…). Aliás, tal é evidente na ficha técnica de Mesinha de Cabeceira #30, onde figura uma numeração alternativa, #2 de vol. XIV.

De facto, com A Fábrica de Erisicton de André Ferreira, editado o ano passado pela Chili Com Carne, a publicação Mesinha de Cabeceira iniciou mais um capítulo da sua história, um regresso anunciado ao formato zine de uma vintena de páginas e baixa tiragem.

Deste modo, no ano em que comemora os seus 30 anos de existência, o Mesinha de Cabeceira vê publicado o seu #30, com a obra intitulada La Terrible Histoire des Trois Cervaux de Magnólia, da autoria de Alexandra Saldanha, uma banda desenhada que chegou a estar inicialmente anunciada para a Necromancia Editorial IX, em junho do ano passado, tendo sido Saldanha a autora do cartaz desse evento. A Chili Com Carne descreve esta banda desenhada como um “assalto colorido aos olhos”. Refira-se que, ao invés do título em francês, a BD encontra-se em português.

Clique na imagem da primeira página para a visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

Esta nova “fórmula editorial”, usa o Mesinha para publicar os primeiros trabalhos de novos autores como é o caso da Alexandra Saldanha (1996, Guimarães), mais conhecida pelo seu envolvimento na música com a banda Unsafe Space Garden e a editora Discos de Platão. Já participou com BD no Monde Diplomatique – Edição Portuguesa e na agenda cultural Yuzin, para além de colaborar no jornal A Batalha, mas este é o seu primeiro trabalho de fôlego, onde nós, meros mortais, testemunharemos um conteúdo indisciplinado, total extravagância de cores e colagens infinitas – desconfia-se que “fractal” seja o segundo nome desta artista. Tal como o último álbum da sua banda Unsafe Space Garden, Saldanha tenta ajudar-nos, a nós humanos, a termos um sentido para as nossas vidinhas, e falha totalmente e extravagantemente. É obra! É shanticolour! É RGB daemon! É crazy!

Veja o vídeo para saber mais:

La Terrible Histoire des Trois Cervaux de Magnólia
ALEXANDRA SALDANHA
Mesinha de Cabeceira #30
Editora: Chili Com Carne
Páginas: 24, a cores
Encadernação: agrafes
Dimensões: 18×24,5 cm
PVP: 7,00€

Deixa um comentário