Edição Especial 20 anos

A editora Kalandraka reeditou Moncho e a Mancha, do autor galego Kiko da Silva, numa edição especial celebrando os 20 anos do lançamento original da mesma.

Kiko da Silva constrói uma narrativa divertida que, em virtude de uma proposta gráfica impactante e de grande colorido, leva o leitor a aproximar-se do mundo da arte e da alma do artista. Cada ilustração é uma escultura concebida em cerâmica e cimento policromado, tendo em vista a sugestão das diferentes interpretações que uma simples mancha pode ter.

Nesta aventura acompanhamos Moncho, uma criança de 5 anos, que, como todas as crianças desta idade pré-escolar, adora pintar e desenhar. Um dia, os pais ofereceram a Moncho uma caixa de aguarelas. Como se pode imaginar, ele ficou louco de alegria e desenhou e pintou tanto, que adormeceu no meio dos seus desenhos e pinturas. Mas, ao acordar, Moncho viu uma mancha num papel que não conseguiu identificar… E aqui começa a sua busca pela mancha “misteriosa”.

Nesta leitura, fiz-me acompanhar pelos dois pequenos leitores cá de casa, que, curiosamente, têm uma idade muito similar ao nosso Moncho. A forma como se identificaram com o livro e como este os cativou é, para mim, enquanto seu educando, deveras gratificante. Alerto desde já que o final será emerso num ambiente de enormes gargalhadas. Se procuram um livro para iniciarem os mais pequenitos à leitura, à pintura abstrata e, porque não, à arte contemporânea, este Moncho e a Mancha é uma excelente sugestão, pois, embora já tenha atingido a “idade adulta”, ainda mantém todas as virtudes de uma imaginação sem limites.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse da editora:

O pequeno Moncho gosta de pintar tudo: a cama, a toalha de mesa, o frigorífico e até o seu próprio avô… Depois de uma intensa jornada criativa, descobre uma estranha mancha negra
num papel branco e decide averiguar o que é que ela representa, esse borrão de tinta, porém, parece transformar-se sob o olhar e a imaginação de todos aqueles a quem a vai mostrando,
e Moncho, ao longo da sua tão obstinada busca, não encontra ninguém capaz de lhe dar uma resposta concreta…. Vinte anos de uma obra criativamente divertida.

Kiko da Silva (Vigo, Espanha, 1979)

Artista plástico, autor de banda desenhada, ilustrador e editor, licenciou-se na Faculdade de Belas-Artes de Pontevedra, na especialidade de Pintura. Iniciou a sua trajetória profissional em 1998. Desde então criou e dirigiu as revistas de banda desenhada BD Banda (Prémio para o melhor fanzine do ‘Salón del Cómic de
Barcelona’ 2007), Fiz y Retranca (Prémio do público no ‘Salón del Cómic de Barcelona’ 2007 e Prémio ‘Ourense a la Mejor Iniciativa de Banda Diseñada’ 2010). Foi também colaborador na revista El Jueves. Recebeu, entre outros reconhecimentos, o 1.º Prémio de ‘Cómic de Ourense’ (1996), o Prémio Internacional de Humor Gráfico do Porto e o Prémio ‘Castelao de Banda Diseñada’ (2014). Foi bolseiro em 2011 pela ‘Fundación Arte y Derecho’. Em 2007 fundou a editora Retranca, uma editora que se dedica a publicar banda desenhada de autores galegos. Atualmente colabora com El Correo Gallego desenhando vinhetas de humor gráfico, para além de dirigir, em Pontevedra, ‘O Garaxe Hermético – Escuela Profesional de Banda Diseñada e Ilustración’, onde também leciona.

Moncho e a mancha – Edição Especial 20 anos
Kiko da Silva
Editora: Kalandraka
Páginas: 48, a cores
Encadernação: capa dura
Dimensões: 220 x 220 mm
ISBN: 978-972-8781-04-0
PVP: 12,50€

SOBRE O AUTOR |

Rodrigo Ramos
Rodrigo RamosAdministrador
É administrador do site. Licenciado em Informática, agrega no Bandas Desenhadas dois mundos que adora - a web e a banda desenhada.