Terceiro número desta série antológica.

No último fim de semana de maio durante o XVII Festival Internacional de Banda Desenhada de Beja, deu-se o lançamento de Fauna, o terceiro volume da antologia de BD de autores portugueses Ditirambos.

O livro é composto por 8 histórias, as quais descrevemos de seguida, sendo a capa da autoria de André Caetano.

  • Ninhos, de Joana Afonso

Era uma vez uma espécie de animais que tinha o seu papel bem vincado na sua hierarquia. Da família dos Herpestídeos, os Muspes, sabiam o que fazer das suas vidas. Esta história centra-se na fazedora de ninhos da colónia, que sempre fez os melhores aconchegos para os outros, menos para ela.

  • Ausência, de Ricardo Baptista

“Ausência” é sobre a forma como lidamos com os espaços vazios da nossa vida, sejam estes deixados por coisas ou pessoas, e como, ao contrário do que pensamos, não estamos sós.

  • A Caçada, de André Caetano

A raposa esperou meses para que os bagos mudassem de cor. Agora que estavam roxos, era altura de caçá-los! Seria fácil, não tinham por onde se esconder, aliás, quase que se podia ouvir as uvas a chamar por ela. Mas seria assim tão fácil? De quem seria a caçada?

  • Oração, de Raquel Costa (arte) & Nuno F. Cancelinha (argumento)

A que compasso obedece o ritmo das nossas vidas? Para quem as vivemos? E com que objectivo?
Os autores revisitam o tema da memória, numa reflexão acerca do nosso tempo, da culpa e da preservação da espécie.

  • Mãe-Gaia, de Diogo Carvalho

“Mãe-Gaia” é o nome da sua estória, que conta como a falta de linguagem entre a natureza e o homem é prejudicial para ambos os lados ao longo dos tempos.

  • Destinos, de Francisco Ferreira (arte) & Sónia Mota (argumento)

Existem lendas inimagináveis, para a realidade em que vivemos. Mas para elas existirem, alguém acreditou que são verdadeiras. Assim surge a história, onde se cruzam destinos…

  • Recreio, de Sofia Neto

Quando se considera viver ao lado de uma escola, a campainha pode parecer o aspecto mais perturbador da experiência. Na verdade, é o que a campainha anuncia que deve preocupar-nos.

  • Fauna Terrestre – O Homo Sapiens, de Carla Rodrigues

A sua narrativa pegou no tema da Fauna e aplicou-o a todos nós: os seres humanos. Somos também parte desta teia faunística, e, como qualquer animal, temos os nossos hábitos, hierarquias, rotinas e insatisfações, dessas que roem mais por dentro. Decidiu explorar, de uma forma trági-cómica, a passividade marasmática de cada dia como se vistos de fora, por alguém – ou algo – que não nos conheça. Conseguirão compreender-nos? Conseguiremos nós compreendermo-nos, afinal?

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse:

Um ditirambo é um canto coral exortativo que nos chega da antiguidade clássica grega. Nele, uma multitude de vozes une-se em homenagem ao deus Dionísio.
É também uma antologia de banda desenhada de autores portugueses, cujas distintas técnicas e vozes narrativas obedecem, para além do mote, a um único requisito: 4 páginas.
O primeiro volume explorou o conceito de “Êxtase”, com as contribuições de Ricardo Baptista, Nuno Filipe Cancelinha, Diogo Carvalho, Raquel Costa, Francisco Ferreira e Sofia Neto, tendo-se juntado as novas vozes dos autores e ilustradores Joana Afonso, André Caetano e Carlos Drave e da autora Sónia Mota para o segundo volume – “Abismo”.
Neste terceiro volume – “Fauna” a colaboração de Carlos Drave dá lugar à da autora e ilustradora Carla Rodrigues.

Ditirambos vol. 3: Fauna
André Caetano, Carla Rodrigues, Diogo Carvalho, Francisco Ferreira, Joana Afonso, Nuno Filipe Cancelinha, Raquel Costa, Ricardo Baptista, Sofia Neto, Sónia Mota
Editora: edição de autor
Páginas: 52, a cores e preto e branco
Encadernação: agrafes
Dimensões: 168 mm x 258 mm
PVP. 12,00€

SOBRE O AUTOR |

Rodrigo Ramos
Rodrigo RamosAdministrador
É administrador do site. Licenciado em Informática, agrega no Bandas Desenhadas dois mundos que adora - a web e a banda desenhada.