Uma viagem filatélica até à Terra Média

O ano de 2001 é um marco indelével na história do cinema. No papel de realizador e produtor, Peter Jackson lança o primeiro filme da trilogia de O Senhor dos Anéis, baseado na obra homónima de J. R. R. Tolkien. Filmada sobretudo na Nova Zelândia, a terra natal de Jackson, o processo de produção da trilogia estendeu-se ao longo de oito anos e os três filmes foram filmados em simultâneo, algo nunca antes visto na indústria cinematográfica.

Aclamados tanto pela crítica como pelo público, em conjunto, A Irmandade do Anel, As Duas Torres e O Regresso do Rei arrecadaram, em conjunto, 17 Oscares e obtiveram um enorme sucesso a par com a obra literária.

Os CTT Correios de Portugal, em conjunto com a Warner Bros., lançaram no passado dia 2 de setembro, uma edição filatélica da trilogia cinematográfica de O Senhor dos Anéis, sendo a mesma composta por quatro selos, um bloco filatélico e uma folha de primeiro dia.

Os selos representam quatro personagens da saga, a saber: Frodo (valor facial €1,00€), Aragorn (valor facial €1,05), Gollum (valor facial €0,95) e Sauron (valor facial €0,57). Cada selo tem uma tiragem de 75 mil exemplares.

O bloco filatélico tem um valor facial de €4,00 e uma tiragem de 25 mil exemplares, destacando-se a originalidade do formato circular do seu selo.

Por fim a folha de 1.º dia da Emissão, numerada e limitada a 3000 exemplares, contém os 4 selos e o bloco da emissão, e pode ser adquirida pelo valor de €7,57.

Um anel que todos domine, um anel que todos encontre, um anel que a todos prenda e que nas trevas todos retenha.

SOBRE O AUTOR |

Carla RamosGestora de conteúdo
Designer de profissão, o gosto pela fotografia e ser uma geek assumida fizeram com que se tornasse gestora de conteúdos e a fotógrafa oficial do Bandas Desenhadas.