Jutlândia

As Grandes Batalhas Navais, é a nova colecção da editora Gradiva. Da autoria de Jean-Yves Delitte, esta coleção que conta já com vinte títulos no mercado franco-belga, é inspirada nas maiores batalhas navais da história, desde a Antiguidade até à Segunda Guerra Mundial. Cada álbum inclui ainda um detalhado dossier histórico que descreve rigorosamente os factos.

O primeiro tomo da edição nacional, Jutlândia, foi editado originalmente pela Glenat em 15 de março de 2017, correspondendo ao segundo tomo da coleção original. A batalha da Jutlândia, foi a maior batalha naval da Primeira Guerra Mundial, entre a Royal Navy inglesa e a Kaiserliche Marine alemã, ao largo da costa dinamarquesa da Jutlândia.

Clique nas imagens para as visualizar em toda a sua extensão:

Eis a sinopse:

31 de Maio de 1916. Após mais de dois anos de espera e várias oportunidades perdidas, a Marinha Real Britânica, cuja Grande Frota foi comandada pelo Vice-Almirante John Jellicoe e cujo esquadrão combatente foi comandado pelo ViceAlmirante David Beatty, forçou os alemães a um grande confronto naval no Mar do Norte, ao largo da costa dinamarquesa da Jutlândia.
A Jutlândia foi o último grande confronto marítimo da Primeira Guerra Mundial. Apesar das suas perdas muito pesadas, superiores às dos alemães, os ingleses reafirmaram a sua hegemonia marítima nos mares do mundo e a Alemanha, demasiado consciente de ter escapado ao desastre, decidiu confinar nos seus portos a maior parte dos seus navios.

Jean-Yves Delitte é atualmente pintor oficial da Marinha belga e membro titular da Academia das Artes e Ciências do Mar. Arquiteto-designer de formação, foi ainda durante os seus tempos de estudante que viu as suas primeiras histórias em banda desenhada serem publicadas na lendária revista Tintin. Posteriormente, uma sucessão de felizes encontros vai permitir-lhe dedicar-se cada vez mais à Nona Arte, com DonningtonLes Coulisses du PouvoirTanâtos e Les Brigades du Tigre, ou ainda as duas tetralogias intituladas Le Neptune e Les Nouveaux Tsars. Mas o seu talento viria a demonstrar-se em toda a sua plenitude nas temáticas relacionadas com o mar, ao criar verdadeiros frescos marítimos em BD. Imagina, assim, as aventuras de um corsário ameríndio em finais do séc. XVII, com a sua série Black Crow. Relata também a história da prestigiada barca de três mastros Belém, da majestosa fragata Hermione, ou ainda da romanesca aventura da Bounty. Dá-nos depois uma perspetiva angustiante do nosso futuro com a tetralogia U-Boot, antes de lançar a coleção Les Grandes Batailles Navales, de que é o curador. Em 2020 dá início a uma nova série de livros de luxo, realizada a quatro mãos com Jean Benoît Heron, cujo primeiro volume, À Bord des Frégates, é distinguido com o Prémio Marine Bravo Zulu. Nesse mesmo ano, publica um díptico consagrado a Black Beard.

Jutlândia
Jean-Yves Delitte
Série: As Grandes Batalhas Navais vol. 01
Editora: Gradiva
Páginas: 64, a cores
Encadernação: capa dura
Formato: 233 x 313 mm
ISBN: 978-989-785-191-9
PVP: 19,50€

SOBRE O AUTOR |

Rodrigo Ramos
Rodrigo RamosAdministrador
É administrador do site. Licenciado em Informática, agrega no Bandas Desenhadas dois mundos que adora - a web e a banda desenhada.