Os Mares do Sul

Os Mares do Sul

os mares do sul

Pepe Carvalho vol. 3: Os Mares do Sul, de Hernán Migoya e Bartolomé Seguí.

A Levoir prossegue a série de banda desenhada espanhola dedicada a Pepe Carvalho, com a publicação do seu 3.º volume, Os Mares do Sul. Como os demais volumes desta série, o argumento cabe a Hernán Migoya e as ilustrações a Bartolomé Seguí.

Relembre-se que, m 1972, o escritor espanhol Manuel Vázquez Montalbán criou o detetive galego Pepe Carvalho com a obra Yo maté a Kennedy. Impresiones, observaciones y memorias de un guardaespaldas. Desde então, o detetive surgiu em bastantes obras do autor e tornou-se um personagem famoso internacionalmente, tendo várias obras onde figura sido adaptadas ao cinema e televisão.

Em 2017, a Norma começou a publicar a série Carvalho, dedicada a adaptar as obras com Pepe Carvalho à banda desenhada. O álbum inicial foi a 2.ª obra com Pepe Carvalho, Tatuagem, tendo a série de BD seguido desde então a ordem cronológica da publicação das obras originais de Montalbán, com 3 álbuns produzidos até ao momento (a Tatuagem seguiram-se A Solidão do Executivo e Os Mares do Sul, este último editado em Espanha em 2021).

Hernán Migoya e Bartolomé Seguí estão de volta à Colecção Novela Gráfica com a adaptação de mais uma obra de Manuel Vázquez Montalbán protagonizada pelo detective Pepe Carvalho. Depois de Tatuagem e A Solidão do Executivo (editados pela Levoir nas colecções de 2018 e 2020), chegou a vez de Os Mares do Sul, obra galardoada com o Prémio Planeta em 1979. A banda desenhada Os Mares do Sul é lançada nas bancas a 21 de setembro numa parceria da Levoir e do jornal Público.
A novela desenrola-se em Barcelona no ano de 1979, nas vésperas das eleições municipais. Pepe Carvalho, o carismático detective, é chamado para investigar o misterioso desaparecimento de Carlos Stuart Pedrell, um importante homem de negócios, que aparece morto à facada num descampado nos arredores da cidade. Stuart Pedrell era um apaixonado pelo pintor pós-impressionista Gaugin e sonhava um dia viajar para a Polinésia. Passado um ano sobre o seu desaparecimento em que todos pensavam estaria a realizar a sua viagem aos mares do Sul, é encontrado morto. Carvalho vai investigar o que fez durante esse ano e assim vai desenrolando um imbróglio. Começa a conhecer a peculiar personalidade da vítima, as suas preferências intelectuais e também a sua obsessão por seguir os passos de Gaugin.
Manuel Vázquez Montalbán não conta só a história de um crime, dá a conhecer ao leitor a sociedade barcelonense recém-saída do regime franquista, numa Espanha com uma democracia ainda periclitante. Num boom industrial que atraiu muitos imigrantes internos que, devido ao seu elevado número, levou à criação de bairros-dormitório nos arredores das grandes cidades, especialmente Barcelona, e com isso ao enriquecimento de construtores e empresários, muitos deles politicamente ligados ao franquismo e outros senhores do seu próprio idealismo, por vezes entendido de uma forma algo particular.

Os Mares do Sul (baseada na obra de Manuel Vázquez Montalbán)
HERNÁN MIGOYA, BARTOLOMÉ SEGUÍ
Editora: Levoir
Páginas: 88, a CORES
Encadernação: capa dura
Dimensões: 215 x 280 mm
PVP: 13,90€

Deixa um comentário