Tunuka

Tunuka

tunuka

Tunuka, da autoria de Kitty Blunt e Wilson Lopes (Tozé).

Das atuais 11 publicações do projeto BDPALOP, 7 delas foram distribuídas em Portugal no último trimestre do ano passado. Uma das bandas desenhadas da intitulada Primeira Coleção é Tunuka, da autoria de Kitty Blunt (nome artístico de Keila Pereira) e Wilson Lopes (mais conhecido por Toze Art).

Esta é uma das 3 bandas desenhadas cabo-verdianas publicadas na Primeira Coleção da BDPALOP, no qual constam 3 BD de Angola, 3 de Cabo Verde e 3 de Moçambique. A razão por terem sido distribuídas somente 7 publicações em Portugal, tem a ver com o facto da produção de 2 delas se ter atrasado.

Para selecionar as 9 bandas desenhadas a constar da Primeira Coleção, o projeto BDPALOP, sediado em Moçambique, realizou um concurso, que teve como júri Maísa Chaves (ilustradora – Moçambique), Nádia Aragão (autora de banda desenhada infantil – Angola), Daniel Medina (escritor – Cabo Verde), Rodrigo Faria (editor – Brasil) e Paulo Monteiro (autor de banda desenhada e diretor do Festival Internacional de BD de Beja – Portugal).

A BDPALOP contou com masterclasses realizadas por profissionais da BD na área da ilustração, argumento, paginação, coloração e artes-finais. A equipa de formação e mentoria foi constituída por André Caetano, André Oliveira, Cris Peters, Frederica Armada, Inês Amaro, Joana Afonso, Joana Mosi, João Mascarenhas, Jorge Coelho, José de Freitas, Miguel Mendonça, Manuel Morgado, Mário Freitas, Osvaldo Medina, Pedro Moura, Rapha Pinheiro, Ricardo Venâncio e Zé Burnay.

O projeto BDPALOP é apoiado pela PROCULTURA – Promoção do Emprego nas Atividades Geradoras de Rendimento no Setor Cultural nos PALOP e Timor Leste, ação do Programa PALOP-TL, financiado pela União Europeia e cofinanciado e gerido pelo Instituto Camões, I.P. O projeto tem como parceiros o Anima Estúdio Criativo (Moçambique), Bomcomix Estúdios (Angola), Jovemtudo (Cabo Verde) e A Seita (Portugal).

Sobre este projeto, Blunt refere que “a BDPALOP teve formações marcantes e espero que ajude da mesma forma outros artistas desta região“. Quanto a Lopes, declara que “a BDPALOP é uma iniciativa
de troca de experiências que fortalece o contato com outros artistas
“.

Em Kawashi, uma vila pacata, os habitantes sentem a harmonia em que vivem perturbada pelos Vizi, um conhecido grupo de criminosos da cidade. É ao investigar uma movimentação dos criminosos que Tunuka, uma guerreira de Kawashi que vive com os seus irmãos mais novos, desvenda uma conspiração para derrubar o líder ancião e instaurar um sistema tirano na vila e, num confronto inesperado, é-lhe revelado que há mais detalhes do seu passado que ainda tem que descobrir.

Kitty Blunt (aka Keila Pereira) é uma artista multidisciplinar de Cabo Verde que procura, através da sua expressão artística, abordar questões de identidade, diversidade e liberdade. Trabalha com ilustração, fotografia, música, design, cinema e dança. Sempre foi apaixonada pela escrita e embarcou neste projeto com o desejo de se expressar nessa área.

Wilson Lopes (Tozé) é um artista residente na cidade da Praia, em Cabo Verde. Trabalha há cerca de uma década na área da ilustração, tendo experiência em artes plásticas e especificamente no desenho de retratos. Desenvolveu projetos artísticos em Cabo Verde e noutros países.

Deixa um comentário