A Revolução Interior em reedição

A Revolução Interior em reedição

a revolução interior

Reedição de A Revolução Interior – À Procura do 25 de Abril, da autoria de João Ramalho-Santos, João Miguel Lameiras e José Carlos Fernandes.

No ano 2000, a Afrontamento e o Centro de Documentação 25 de Abril da Universidade de Coimbra coeditaram a banda desenhada A Revolução Interior – À Procura do 25 de Abril, da autoria de João Ramalho-Santos, João Miguel Lameiras e José Carlos Fernandes. Esta BD é reeditada pela cooperativa editorial A Seita por ocasião dos 50 anos da Revolução do 25 de Abril, numa edição revista, com formato maior, capa dura, uma nova digitalização e dez páginas de material inédito.

O livro vai ser distribuído nos pontos de venda de periódicos com o jornal Público a partir do dia 27 de abril, durante cerca de um mês. Depois desta distribuição inicial, está planeado que o livro chegue às livrarias em agosto de 2024.

Através do diálogo entre um fotógrafo que viveu de perto a Revolução de 1974, mas que apesar do seu passado revolucionário, acabaria por se render à sociedade de consumo e trabalhar em publicidade, e o seu filho, que pouco ou nada sabe sobre o que foi o 25 de Abril, este livro procura explicar, de forma simples mas rigorosa, a importância do 25 de Abril, os seus antecedentes, e as portas que Abril abriu. Partindo das fotografias que tirou na época, o pai explica ao filho o que era Portugal antes do 25 de Abril, e porque é que a Revolução, apesar dos excessos e das utopias não realizadas, era absolutamente necessária.

João Ramalho-Santos é biólogo, Professor Catedrático do Departamento de Ciências da Vida da Universidade de Coimbra, onde é atualmente Vice-Reitor para a Investigação, sendo também membro do Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida. Sócio da livraria Dr. Kartoon, livraria coimbrense especializada em BD, escreve sobre BD no JL- Jornal de Letras, Artes & Ideias. As suas obras mais recentes são A Viagem Mais Longa: Fernão de Magalhães e a Primeira Circum-Navegação (com Miguel Jorge; Ciência Viva | Estrutura de Missão do V Centenário da Primeira Viagem de Circum-Navegação, 2020), Um fígado equilibrado é meio caminho andado! (em sete línguas, com Mireia Pagès, Marisa Azul e Rui Tavares; Imprensa da Universidade de Coimbra, 2020), Imagens de uma Revolução: O 25 de Abril e a Banda Desenhada (com João Miguel Lameiras e João Paulo Paiva Boléo; A Seita, 2022) e One Health: Um Planeta, Uma Saúde, Uma Ética (com Sandra Horta; Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida, 2023).

João Miguel Lameiras é especialista em BD e ilustração, com obras publicada em jornais, revistas, livros e catálogos. Lecionou no âmbito de várias licenciaturas e mestrados de Banda Desenhada e Ilustração. Para além de ter realizado a curadoria de diversas exposições para festivais de BD nacionais e estrangeiros, é também tradutor, argumentista, prefaciador e editor de BD. É um dos sócios da Dr. Kartoon, sócio fundador da cooperativa editorial A Seita, e programador do Coimbra BD. A adaptação do livro Auto da Barca do Inferno, de Gil Vicente, feita com Joana Afonso (Levoir, 2023), foi o seu mais recente trabalho publicado.

José Carlos Fernandes, engenheiro do Ambiente de formação, foi um dos mais prolíficos e premiados autores portugueses de BD de sempre, sendo o único autor nacional a ter direito a exposições individuais no Museu de BD de Angoulême, em França, e no Centro Belga da BD, em Bruxelas, aquando da edição em língua francesa da sua série mais conhecida, A Pior Banda do Mundo (Devir, 2002-2007; reedição: 2014). Apesar de ter deixado a BD em 2009, a sua obra continua a ser reeditada com regularidade, estando os seus principais trabalhos, como a série A Pior Banda do Mundo, ou a Agência de Viagens Lemming (Devir, 2015), disponíveis no catálogo das suas editoras em Portugal, Espanha e França.

Deixa um comentário